Sidebar Menu

Marco Vinholi descarta prévias no PSDB

Vinholi, à esquerda de Rodrigo Garcia, em encontro com prefeitos nessa semana

A novela envolvendo o PSDB não tem data para terminar. Ao Giro S/A, nessa quarta-feira, 5, o presidente estadual da legenda, Marco Vinholi, reafirmou apoio ao nome do vereador Dr. Lindoso (PSDB). "Nosso pré-candidato é o Lindoso. Isso está definido", garante.

Questionado sobre o grupo que defende a realização de prévias, que inclui o vereador De Paula (PSDB), Vinholi diz que não existe disputa no partido. "Não serão necessárias prévias, até porque elas terão que ser aprovadas no diretório estadual e nosso pré-candidato é o Lindoso", afirma.

Essa não é a primeira vez que Vinholi confirma, em entrevista ao Giro S/A, que Lindoso será o candidato do partido. Em agosto do ano passado, durante um evento na Associação Comercial de Osasco, o presidente estadual da legenda defendeu o nome do tucano. Em outubro, durante evento em Santana de Parnaíba, ao lado do governador João Doria (PSDB), Vinholi voltou a frisar que a executiva estadual segue no apoio ao vereador de Osasco.

Todas essas declarações só fizeram aumentar o racha interno na legenda que começou durante a eleição de 2018, quando integrantes da legenda foram acusados de colaborar com a campanha do adversário de Dória, o então governador Márcio França (PSB). Com isso, em dezembro do ano passado, o diretório estadual do PSDB, através do presidente Marco Vinholi, determinou a intervenção da legenda em Osasco.

A decisão aconteceu após uma filiada ao partido ter acusado a executiva municipal de não ter expulsado quatro integrantes do partido. Segundo a denunciante, essas quatro pessoas teriam apoiado a campanha à reeleição de Márcio França (PSB), inclusive, participado de eventos do adversário. Com isso, deixaram de apoiar a campanha de João Doria (PSDB) ao governo do Estado.

Com a intervenção, o vereador Dr. Lindoso assumiu a presidência do PSDB de Osasco no lugar de Silas Bortolosso. Inconformado com a situação, Bortolosso e outros integrantes do partido judicializaram a questão. O objetivo deles é que Silas retorne ao cargo de presidente.

De Paula também é candidato

Nessa semana, outro tucano, o vereador De Paula, reafirmou o desejo de ser candidato a prefeito de Osasco. O parlamentar demonstra confiança na realização de prévias no PSDB para definição sobre quem representará o partido na eleição. "Estamos apenas começando o segundo mês do ano. Muita coisa ainda vai acontecer. Estou confiante porque o cenário que se apresenta tem sido favorável. A direção estadual do PSDB vai acabar entendendo que o diretório municipal é soberano para tomar suas decisões e que as prévias é a melhor saída para definir quem tem mais capacidade para representar o partido na eleição para prefeito. O objetivo está mantido", afirma De Paula.

O tucano aguarda decisão da Justiça que pode reverter a decisão da direção estadual de intervir no comando do PSDB em Osasco. "Se sou pré-candidato é porque tenho um grupo importante de pessoas que me apoiam. Jamais entraria numa disputa por vaidade ou objetivos pessoais. Minha maneira de pensar política é diferente. Entendo que a vontade da maioria deve prevalecer sobre os desejos individuais. Por isso estou conversando com as pessoas para entender o que elas pensam e o que querem para Osasco. Pra mim, o caminho correto é esse. Mas há quem prefira pegar atalhos. Temos que respeitar", finaliza o tucano.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também: