Vereadora de Osasco solicita ampliação do teste do pezinho gratuito

Com o teste, é possível descobrir irregularidades e prevenir que o bebê desenvolva doenças que possam prejudicar seu desenvolvimento saudável
Exame é um dos mais importantes para o recém-nascido (Divulgação / Freepik)

A vereadora Lúcia da Saúde (Podemos) entregou nesta semana ao prefeito Rogério Lins (Podemos), o ofício que solicita a regulamentação do teste do pezinho em Osasco. Esse teste é um dos exames mais importantes para o recém-nascido. Com ele, é possível encontrar irregularidades e prevenir o bebê de doenças que poderiam prejudicar seu desenvolvimento saudável.

Um projeto de lei 5043/2020 sancionado esta semana pelo Executivo Federal, amplia a lista de doenças a serem investigadas no teste do pezinho realizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O texto aprovado pelo Congresso Nacional, prevê que os novos diagnósticos serão implementados em cinco etapas: toxoplasmose congênita e outras hiperfenilalaninemias, além das já previstas atualmente; galactosemias, aminoacidopatias, distúrbios do ciclo da uréia, distúrbios da beta oxidação dos ácidos graxos; doenças lisossômicas; imunodeficiências primárias; atrofia muscular espinhal.

Atualmente, o teste já identifica fenilcetonúria; hipotireoidismo congênito; doença falciforme e hemoglobinopatias; fibrose cística; hiperplasia adrenal congênita; deficiência de biotinidase.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 21 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/