Sidebar Menu

STF suspende demissão de mais de 1,9 mil comissionados em Barueri

Entenda a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli. 

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, concedeu, na noite desta quarta-feira (2), uma liminar suspendendo a demissão de 1.948 servidores comissionados da Prefeitura de Barueri. 

Na decisão, Toffoli considera que o cumprimento imediato da Ação Direta de Inconstitucionalidade decidida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo traria graves prejuízos à população.

"Ao suspender a eficácia da legislação municipal e determinar a imediata exoneração dos ocupantes dos cargos comissionados declarados inconstitucionais pelo Tribunal a quo (instância inferior), representa grave risco de dano à ordem e à economia públicas do Município", entende o ministro. 

"Sendo certo o impacto em pastas sensíveis, como saúde, segurança pública e assistência social, e o prejuízo à continuidade das políticas públicas e da prestação dos serviços públicos essenciais", enfatiza Toffoli.

"Tão somente, os interesses públicos em jogo. Sendo assim, sob óptica restrita do comprometimento da ordem público-administrativa, entendo presente, no caso, o grave prejuízo à prestação dos serviços públicos essenciais no Município de Barueri (SP). Ante o exposto, sem prejuízo do reexame posterior da questão, defiro a liminar para suspender os efeitos da decisão proferida pelo Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, nos autos da ação direta de inconstitucionalidade", finalizou.

Veja mais notícias sobre Política.