Sidebar Menu

Regina Duarte deixa oficialmente o comando da Secretaria da Cultura

Saída foi acertada em reunião no dia 20 de maio

A atriz Regina Duarte foi oficialmente exonerada do cargo de Secretária da Cultura. O anúncio foi publicado no Diário Oficial da União, desta quarta-feira (10), em decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG). O decreto informa que a atriz foi exonerada "a pedido".

A saída  já era esperada há algumas semanas, já que no dia 20 de maio, ela teve reunião com Bolsonaro e acertou um "a saída do governo". A atriz depois confirmou publicamente que deixaria o cargo e disse sentir "falta da família", razão pela qual gostaria de deixar Brasília e voltar a viver em São Paulo.

Jair Bolsonaro comunicou na época que ela assumiria a chefia da Cinemateca - o que, até aqui, não foi concretizado.

"Regina Duarte relatou que sente falta de sua família, mas para que ela possa continuar contribuindo com o Governo e a Cultura Brasileira assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em SP. Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias", escreveu o presidente no Twitter na época.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection