Cidades que integram consórcio Cioeste têm 28 obras paralisadas e atrasadas, diz Tribunal de Contas

Entre os municípios com mais obras em atraso ou paralisadas está Santana de Parnaíba. TCE apontou que município tem três obras atrasadas e duas paralisadas
Restaurante do Centro Administrativo seria inaugurado no dia 5 de novembro (Fabio Martins/Divulgação/Secom Santana de Parnaíba)

Relatório divulgado recentemente pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) revela que 28 obras estão paradas ou atrasadas em oito das 11 cidades que compõem o consórcio Cioeste. Na região, apenas Barueri não consta na lista com intervenções em atraso ou paralisadas. Outros dois municípios - Araçariguama e Vargem Grande Paulista - não aparecem na lista.

Os dados foram colhidos pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) junto aos jurisdicionados até 13 de outubro deste ano e mostram a situação ao longo de nove meses. Entre os municípios com mais obras em atraso ou paralisadas está Santana de Parnaíba. O TCE apontou cinco obras, dentre elas três atrasadas e duas paralisadas.

Entre as intervenções que estão paradas está a construção do restaurante no Centro Administrativo Municipal. Segundo os dados do tribunal a administração aponta que já pagou R$ 2.150.380,08 da construção avaliada em R$ 2.581.061,45 e que deveria ter sido concluída em 5 de novembro, mas segue paralisada desde 8 de janeiro.

Ainda em Santana de Parnaíba, o Tribunal de Conta aponta que a pavimentação e drenagem da estrada Itahyê segue paralisada. Segundo os dados do TCE, a obra seria concluída em 13 de junho deste ano, mas foi parada em oito de março deste ano.

Ainda segundo relatório, Cotia e Itapevi possuem uma obra atrasada, mas que é realizada com recursos do governo estadual. A cidade com mais intervenções atrasadas é Carapicuíba. No total são dez obras, sendo seis atrasadas e quatro paralisadas. (Veja tabela abaixo)

Cidade obras paralisadas/obra atrasadas

Barueri 00

Cajamar 10

Carapicuíba 64

Cotia 10

Itapevi 01

Jandira 14

Osasco 22

Pirapora do Bom Jesus 20

Santana de Parnaíba 23

Fonte: Tribunal de Contas do Estado de São Paulo

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 22 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/