Sidebar Menu

"Agora não é hora de partido de esquerda ou direita", diz Franco para opositores em Cotia

Precisamos nos unir para passar por este momento
Franco pediu para que população respeite o isolamento social
O prefeito de Cotia, Rogério Franco (PSD), aproveitou o pronunciamento nas redes sociais, na noite desta quinta-feira (30), para enviar um recado para a oposição. O chefe do executivo relevou algumas pessoas seguem criticando as ações de combate ao novo coronavírus do governo. Uma das medidas que foi alvo de questionamento, segundo Franco, foi à implantação do Centro de Combate e Referência ao Coronavírus, instalado no Recinto de Eventos. "Nosso protocolo de atendimento tem dado certo. Hoje, temos 32 pacientes internados, são 50 leitos no Centro de Combate. Algumas pessoas criticaram no primeiro momento, a gente sabe que tem gente que torce pelo quanto pior melhor, mas estamos fazendo nossa parte", disse acrescentando que tem feito pregão para fazer as compras para o município. "Apesar de termos um decreto de calamidade, nós estamos realizando pregão que tem um tempo menor. Estamos fazendo isso para não ter problemas jurídicos e por que trabalhamos com seriedade", garante.

Franco falou sobre a importância do isolamento e sobre o avanço da doença na cidade. Cotia tem 171 casos confirmados de Covid-19, 18 mortes e nove óbitos em investigação. O número de pessoas curadas é de 128 pacientes recuperados. "Quanto mais isolados menos casos de infecções nós teremos e tendo menos casos vamos ter mais leitos. Por favor, colaborem. A partir de amanhã (1º) passa a ser obrigatório o uso de máscaras, então, vamos nos unir para que tudo isso passe rápido. Não é hora de partido de direita e esquerda é a hora de todos estarmos unidos, é momento de união", enfatiza.

Sobre a quantidade de leitos, o prefeito revelou que segue adequando as instalações do Hospital da Graça, no Morro Grande. Além do Centro de Combate, a cidade também dispõe de leitos no Hospital de Cotia, que é administrado pelo governo do Estado. "Ninguém sabe o que vai acontecer e quando vai acontecer o pico da doença. O ministro da Saúde disse que as mortes podem chegar a 1 mil por dia. Então, estamos preparando esses novos leitos no Hospital da Graça, caso a gente precise de mais leitos para atender os moradores de Cotia", explica.

Reabertura do Comércio

Durante o pronunciamento, o prefeito explicou que não pretende autorizar a reabertura de comércios na cidade. O chefe do executivo explicou que precisa seguir o decreto estadual e que as cidades que flexibilizaram a quarentena tiveram que recuar após determinação do Ministério Público. "Os comerciantes estão desesperados com razão, no entanto, temos um decreto do Estado e as orientações do Ministério Público. O que nós podemos é endurecer mais que o Estado, mas não podemos autorizar a abertura, pois podemos responder juridicamente por isso. Então, tenham paciente para que possamos salvar vidas. Depois nós vamos estudar formas de ajudar os comerciantes", enfatiza.

Antes de encerrar a transmissão, o prefeito voltou a mandar um recado para os opositores. "Nós temos que enfrentar isso com muito trabalho e dedicação e com pulso firme para chegar em um entendimento e salvar vidas. Parabéns aos nossos profissionais de saúde e para aqueles que estão fazendo politicagem, espero que Deus dê muita saúde, pois estão diante de uma gestão série e responsável", finaliza.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection