EXCLUSIVO: "Osasco vai ganhar coworking para abrigar startups", revela prefeito Rogério Lins

Segundo o chefe do Poder Executivo, houve destrato com a empresa que estava à frente da construção do empreendimento na região central da cidade
Prefeito Rogério Lins fez anúncio em entrevista exclusiva ao Giro (Francisco Cepeda/Giro S/A)

O prefeito de Osasco, Rogério Lins (Podemos), confirmou nesta semana em entrevista exclusiva ao Giro S/A, que a cidade vai ganhar um coworking para abrigar startups e empresas do setor de tecnologia. O local escolhido será o prédio que receberia a futura sede da Prefeitura, na região do Bonfim.

Segundo o chefe do Poder Executivo, houve um destrato com a empresa que fazia a construção. O acordo foi fechado na gestão do ex-prefeito Emidio de Souza (PT) e deu sequência no governo do ex-prefeito Jorge Lapas (PDT). No entanto, segundo Lins, a empresa faria a entrega da estrutura sem acabamento, instalação elétrica, entre outros pontos que seriam arcados pela administração municipal.

"No total, seriam mais R$ 40 milhões para que pudéssemos concluir a obra. Então, optamos pelo destrato, pois não houve gasto de dinheiro público e investimos esse valor em outros setores", revelou.

Redução combustível
Rogério Lins afirmou que os prefeitos dos municípios que integram o consórcio Cioeste e da Frente Nacional dos prefeitos aguardam posicionamento dos governos federal e estadual em relação à redução do valor dos combustíveis. O objetivo é impedir um aumento das tarifas de ônibus.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 16 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/