"Objetivo é reformular a segurança de Barueri", diz Furlan ao nomear novo secretário

Coronel PM Rinaldo assume posto com a missão de planejar estratégias para combater a criminalidade e aumentar a sensação de segurança na cidade
Prefeito Rubens Furlan destacou necessidade de reformular a segurança de Barueri (Vanessa Dainesi/Giro S/A)

O prefeito de Barueri, Rubens Furlan (PSDB), nomeou na manhã desta quinta-feira (14) o novo secretário de Segurança do município e a reportagem do Giro S/A foi acompanhar de perto a nomeação. O escolhido foi o coronel PM Rinaldo de Albuquerque Pereira, que assume o cargo no lugar da Dra. Regina Mesquita, que comandou a pasta por cinco anos. 

De acordo com Furlan, a mudança ocorreu para uma reformulação no setor. "Isso acontece devido a necessidade de mudança e reformulação na segurança. Depois de cinco anos, entendemos a necessidade de novas ideias, pois queremos que Barueri esteja sempre à frente com pessoas que possam inovar. É apenas isso e nada mais", disse o chefe do Executivo.

Furlan afirmou que para este ano a administração possui um total de R$ 149 milhões destinados à segurança, mas explicou que a maior fatia é reservada para o pagamento da folha. "Deste total, utilizamos entre R$ 104 a R$ 110 milhões, devido ao pagamento de horas extras, para o pagamento da nossa folha, o restante é para o custeio. Quem desejar ver como é gasto pode entrar no portal da Prefeitura e ver onde é investido o dinheiro da segurança. É isso, o restante é conversa mole. Muita gente fala do orçamento da cidade, mas não fala do valor necessário para prestar os serviços para que a nossa população possa ter uma vida digna e confortável", destacou.

Ao novo secretário, Furlan ressaltou que a segurança não será utilizada para fazer política, mas sim, para atender o povo com qualidade. "Prometi ao secretário que não fazemos e nem faremos política com a questão da segurança. Aqui em Barueri, vamos fazer tudo o que precisa ser feito para a nossa população. Que o senhor monte a sua equipe e mostre o seu planejamento de trabalho, não vou me envolver em suas escolhas. A segurança a partir de agora é responsabilidade do senhor e de toda essa tropa que nós confiamos e respeitamos. Tenho certeza que teremos na nossa cidade uma segurança pública capaz de agradar e dar segurança a população mais humilde da nossa cidade", enfatizou.

Guarda Cidadã
Ao assumir o comando da secretaria de Segurança, coronel Rinaldo pediu para que a corporação da Guarda Civil Municipal exercitem a autoridade sem abuso de poder. "Não vistam a farda e se dispam da cidadania. No momento em que nós exercitamos uma função pública, passamos a ser titulares de uma investidura que a população nos outorgou, e essa população espera que, antes de tudo, que nós sejamos capazes de exercer essa autoridade sem que haja arbítrio ou abuso de poder, pois tem muita expectativa sobre nós. A população nos vê como iguais e é assim que temos que nos perceber", alertou.

Ao Giro S/A, coronel Rinaldo frisou que a primeira medida como novo secretário será fazer um mapeamento da cidade para elaborar um planejamento de ações de combate a cada prática de crime. "O que existe hoje é um volume de demandas, cada uma com características que são próprias, então, o que nós pensamos para esses primeiros dias, é fazer a construção de um diagnóstico do município, pontuar, individualmente, cada demanda e qualificar cada um dos nossos agentes para os segmentos. Assim, nossos agentes poderão exercer suas funções trazendo paz à comunidade, pois, precisamos do guarda que vai atrás dos criminosos, mas também, daquele guarda que é interlocutor com a população, pois, a guarda e a polícia é o único serviço que presta serviço a domicílio e 24 horas", finalizou. 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 07 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/