Sidebar Menu

Ministério Público questiona lei que proíbe parques em Barueri

Projeto que originou a lei com a restrição é de autoria do vereador Zé Baiano

O Ministério Público de São Paulo considerou inconstitucional a lei municipal nº 1.565 de 2005 que proíbe a instalação de parques de diversões em Barueri.

O projeto que originou a lei com a restrição é de autoria do vereador Zé Baiano (MDB). Além vedar a instalação de parques de diversões, o PL 73/2005 ainda previa a probição de rodeios na cidade. Ele foi sancionado pelo atual prefeito, Rubens Furlan(PSDB)

Ao Giro S/A, Zé Baiano, que é vereador neste mandato, se assustou com a medida do MP. "Mas só agora, depois de 14 anos é que estão questionando", disse acrescentando que não teve intensão de prejudicar às pessoas. "Não quis prejudicar ninguém. Se tiver incomodando, podemos conversar e apresentar algo diferente", finaliza.

Procurada, a Prefeitura de Barueri não se pronunciou até o fechamento desta edição.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também: