Sidebar Menu

Justiça nega pedido de cassação do diploma de prefeito de Cotia, Rogério Franco

Chefe do Executivo municipal usou as redes sociais para divulgar a decisão unânime da Justiça Eleitoral; ação foi movida pela chapa de oposição derrotada nas urnas 
Prefeito Rogério Franco e vice-prefeita Ângela Maluf (Divulgação/Reprodução Redes Sociais)

Após permanecer um período afastado das lives nas redes sociais, o prefeito de Cotia, Rogério Franco (PSD), fez uma transmissão, no começo da noite desta quinta-feira (29) para comunicar que ganhou, por unanimidade, uma ação no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), que pedia a cassação do diploma do prefeito. 

"Nós sempre falamos para a população sobre a seriedade do processo administrativo e eleitoral, mas eles, sempre mentiram. Nós sofremos perseguições, mas hoje, conseguimos, por unanimidade, ganhar essa ação contra quem pedia a cassação do nosso diploma. Isso mostra que estávamos falando a verdade", disse Frando acompanhado da vice Ângela Maluf (PV).

O pedido de cassação, feito pela oposição, alega que o prefeito Rogério Franco não poderia disputar a eleição de 2020 por se enquadrar na Lei da Ficha Limpa, já que ele era réu em ação que investigava abuso de poder econômico e político nas eleições de 2016, quando foi eleito para o primeiro mandato.

"Eleitores que seriam nosso ficaram com medo de votar em nossa chapa, pois, o papel deles é contar mentira", destacou Franco criticando a postura do candidato de oposição Welington Formiga (PSB). "Tenho muito respeito por ele como pessoa, mas como administrador, ele não passou por nenhum mandato, não tem experiência com a administração pública e o papel dele é só fazer criticas, então, a partir de hoje ele terá que engolir essas críticas, pois ficou provado que ele estava mentindo", completou.

Rogério Franco também enfatizou que passou os quatro anos do primeiro mandato desmentindo os boatos da oposição de que ele seria cassado e perderia o diploma de prefeito. "Passamos quatro anos do mandato com eles dizendo: eles vão ser cassados e vão perder o mandato, pois é assim que eles fazem. Agora, com a Ângela na chapa, nós ouvimos a mesma coisa, mas, nós continuamos administrando Cotia com muito respeito e dedicação. Então, para aqueles se unem para o quanto pior melhor, guardem seus venenos para outro momento", disparou Franco.

Rogério Franco foi reeleito nas eleições municipais do ano passado com 49,3% dos votos válidos. Em dezembro de 2020, antes da posse, uma decisão da Justiça cassou o primeiro mandato de Rogério Franco e o cargo acabou sendo assumido pelo presidente da Câmara, o vereador Dr. Castor (PSD). No entanto, pouco tempo após a "posse", uma nova decisão da Justiça devolveu o cargo para Rogério Franco. Em 1º de janeiro de 2021, ao lado da vice-prefeita Ângela Maluf, tomou posse para o segundo mandato de prefeito. 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/