Isolamento: Câmara de São Paulo aprova antecipação de feriados municipais

Objetivo é aumentar a taxa de isolamento na capital 
Projeto seguiu para sanção do prefeito Bruno Covas

Foi aprovada durante sessão extraordinária virtual, nesta segunda-feira (18), pelos vereadores de São Paulo o projeto de lei que permite a antecipação de feriados municipais, por meio de decreto do poder Executivo durante a pandemia do novo coronavírus. O texto segue agora para sanção do prefeito Bruno Covas (PSDB)

O objetivo da proposta enviada pelo prefeito é aumentar o isolamento social por meio de um "feriadão" nesta semana. Covas afirmou que o feriado prolongado será desta quarta-feira (20) até o domingo (25). Para isso, os feriados de Corpus Christi (11 de junho) e da Consciência Negra (20 de novembro) serão antecipados para esta quarta e quinta (21). Na sexta-feira (22), será declarado ponto facultativo na cidade.

Governador João Doria

Já o governado João Doria (PSDB) também anunciou nesta segunda-feira (18), que encaminhará à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) um projeto de lei para antecipar o feriado estadual do dia 9 de julho (Dia da Revolução Constitucionalista) para a próxima segunda-feira (25).

A criação de um feriado prolongado é uma tentativa de melhorar a taxa de isolamento social enquanto um possível lockdown ainda é avaliado pelo governo.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 28 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/