Sidebar Menu

Doria deve incluir cidades da região na fase 2 da quarentena

Decisão sobre a flexibilização ficou para a próxima terça-feira (2)
Essa é a segunda reunião entre os prefeitos e o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi

Após duas reuniões com o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, uma delas na tarde desta quinta-feira (28), os prefeitos da região acreditam que as cidades serão incluídas na fase 2 da quarentena anunciada pelo governador João Doria (PSDB) nesta quarta-feira. O anúncio da decisão será feito na próxima terça-feira (2), após uma nova análise do Centro de Contingência do Coronavírus que deve reclassificar a região como laranja. A nova fase permite que alguns setores retomem as atividades seguindo uma série de regras de higiene e distanciamento social.

O pedido para reclassificação da região foi entregue pelo presidente do Cioeste, prefeito Elvis Cezar (PSDB/Parnaíba) que estava acompanhado dos chefes do executivo: Rogério Lins (Pode/Osasco), Igor Soares (Pode/Itapevi), Danilo Joan (PSD/Cajamar), Rogério Franco (PSD/Cotia), Marcos Neves (PSDB/Carapicuíba), Josué Ramos (PSD/Vargem Grande) e Paulo Barufi (PTB/Jandira).

Segundo o prefeito de Vargem Grande, Josué Ramos, os prefeitos questionaram a inclusão da Capital, que apresentou taxa de isolamento semelhante à de algumas cidades da região, ter sido classificada como laranja e as demais cidades da região metropolitana permaneceram na faixa vermelha. "Foi uma ação importante, pois o Estado entendeu que não pode São Paulo ter uma classificação e a região Oeste ter outra. Se nós iniciamos esse combate a pandemia em conjunto e todos envolvidos para ter a possibilidade de ampliar os leitos de UTI seria injusto a capital ter uma classificação e as demais cidades outras", disse em vídeo o prefeito de Vargem Grande Paulista, Josué Ramos.

O prefeito de Cotia, Rogério Franco (PSD), revelou que eles pediram para que o Centro de Contingência separe as cidades por regiões seguindo as DRS (Divisão Regional de Saúde). "Ao invés de manterem a região metropolitana como única, nós pedimos que dividissem seguindo as DRS. No caso, Cotia está no DRS1 que é a dos mananciais e cidades como Osasco, Barueri e outras no DRS da Rota dos Bandeirantes", explica acrescentando que o governo usa como base a ocupação de leitos estaduais, ou seja, dos Hospitais Regionais – Cotia, Osasco, Carapicuíba e Itapevi. "Eles utilizam o critério da ocupação dos leitos e as regiões que tiverem abaixo de 85% serão incluídas na faixa laranja. Mas, nós saímos na frente, pois, Cotia tem hospital de Campanha, Osasco também construiu, Barueri tem leitos e Itapevi também tem leitos, então vamos lutar pela flexibilização", completa.

AUSÊNCIA

Nas duas reuniões no Palácio dos Bandeirantes, a ausência do prefeito Rubens Furlan (PSDB) chamou atenção e fortalece os boatos de que ele estaria rachado com o atual presidente do Cioeste, o prefeito de Santana de Parnaíba, Elvis Cezar (PSDB). Os boatos ganharam força, quando ele convocou uma reunião, no mês passado, e não convidou alguns prefeitos que compõem o consórcio. Na época, Furlan disse que não houve tempo para fazer o convite aos demais prefeitos.

Nos bastidores, circulam informações de que o racha iniciou quando as cidades da região se uniram para trazer um novo Hospital Regional. Entre as postulantes estavam Jandira e Santana de Parnaíba, no entanto, Furlan apresentou uma proposta irrecusável ao governador João Doria. Além de um terreno, ele também ofereceu recursos para a construção e, com isso, convenceu Doria a implantar a unidade em Barueri.

Tanto Barufi como Elvis Cezar negaram desconforto com a proposta feita por Furlan para receber o Hospital Regional, porém, o fato é, que depois disso, a relação entre eles ficou estremecida. Os prefeitos, Joca de Araçariguama e Gregório Maglio de Pirapora do Bom Jesus também não participaram das reuniões do Palácio dos Bandeirantes. 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection