Sidebar Menu

Emidio de Souza e lideranças de esquerda lançam manifesto pela retomada da gratuidade do transporte público a idosos

Deputado estadual do PT considera decreto que extingue a gratuidade a idosos abaixo de 65 como arbitrário
Trem da CPTM (Foto: Divulgação/CPTM)

Na terça-feira (5), foi lançado um manifesto pela retomada da gratuidade no transporte coletivo para pessoas com mais de 60 anos. O documento é assinado pelo deputado estadual Emidio de Souza (PT) e por outras lideranças da esquerda. 

No texto, o grupo repudia os cortes feitos pelos tucanos João Doria e Bruno Covas, governador e prefeito de São Paulo, respectivamente. "É absurdo cortar um direito estabelecido por lei com um decreto arbitrário, em meio a uma pandemia que já causou a morte de milhares de pessoas", ressalta Emidio.

O documento ainda critica o "gesto de extrema insensibilidade" da medida, anunciada no fim do ano, "depois que os eleitores votaram no segundo turno sem qualquer debate com a sociedade", diz.

ENTENDA
Revelada no dia 23 de dezembro de 2020, a medida suspende a gratuidade do transporte público (ônibus municipais em São Paulo, intermunicipais - EMTU, Metrô e CPTM) para idosos de 60 a 65 anos a partir de 1º de fevereiro. A nota conjunta do governo do estado e da prefeitura de São Paulo afirma: "A mudança na gratuidade acompanha a revisão gradual das políticas voltadas a esta população, a exemplo da ampliação da aposentadoria compulsória no serviço público, que passou de 70 para 75 anos, a instituição no Estatuto do Idoso de uma categoria especial de idosos, acima de 80 anos, e a recente Reforma Previdenciária, que além de ampliar o tempo de contribuição fixou idade mínima de 65 anos para aposentadoria para homens e 62 anos para mulheres".

A tarifa ainda será gratuita para pessoas com mais de 65 anos, benefício garantido pela lei federal que instituiu o Estatuto do Idoso.

Veja mais notícias sobre PolíciaPolítica.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection