Sidebar Menu

Deputados podem votar corte de 30% nos próprios salários nesta semana

Projeto de Resolução tramita em regime de urgência 

Termina nesta segunda-feira (27), o prazo para que os deputados estaduais eleitos pela região - Ataide Teruel (Pode), Emidio de Souza (PT) e Marmo Cezar (PSDB) apresentem emendas ao Projeto de Resolução 13/2020. O PR tramita em regime de urgência, com isso, fica mantido o cronograma de votação da proposta para esta semana. Nesta terça-feira, 28,  o projeto  segue para a reunião conjunta da Comissão de Constituição, Justiça e Redação e da Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento.   

Na sexta-feira, 24, um requerimento foi aprovado com 81 votos favoráveis e 4 contrários, autorizando a tramitação em regime urgência, com isso, se permite que itens sejam apreciados mais rápido do que projetos em tramitação ordinária, visto que dispensa e flexibiliza algumas etapas do processo legislativo comum. 

O Projeto de Resolução 13/2020 aponta um corte de 30% no salário dos parlamentares e um desconto, de mesmo valor, sobre as verbas de gabinete. Os servidores comissionados vão ter uma redução de 20% na remuneração e em benefícios. O pagamento da licença-prêmio em dinheiro ficará suspenso.

A Secretaria Geral de Administração deverá ainda formular um plano com meios para o Parlamento paulista economizar em outras frentes. Além dos recursos provenientes do corte de gastos, 70% do saldo do Fundo Especial de Despesa da Alesp será transferido para a Conta Única do Tesouro Estadual para ser usado em medidas relacionadas a pandemia.

Após os parlamentares analisarem aspectos do projeto nas duas comissões, o PR estará pronto para ser votado em Plenário.     

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection