Vereador de Osasco cobra de João Doria reposição salarial para policiais civis e militares

Paulo Junior destacou a omissão e o descaso do governo do estado de São Paulo perante a grave crise salarial pela qual passam os policiais paulistas
Vereador Paulo Júnior é o autor da Moção que cobra reposição salarial aos policiais paulistas (Divulgação/CMO)

Foi aprovada na Câmara de Osasco a Moção de Apelo 487/2021, de autoria do vereador Paulo Júnior (PP), na qual o parlamentar solicita que o governo do estado de São Paulo conceda reposição salarial aos policiais civis, militares, científicos e penais. Segundo o parlamentar, os profissionais da força de segurança de São Paulo estão no ranking dos que recebem os piores salários do Brasil, sendo que alguns cargos estão na última posição no comparativo com funções similares das demais unidades federativas do País.

Paulo Júnior destacou que não há reposição salarial desde 2014 e que muitos policiais acabam obrigados a ampliar a jornada de trabalho realizando serviços complementares, conhecidos como "bicos" para completar a renda familiar. "Não há a devida reposição inflacionária aos salários dos policiais desde o ano de 2014, havendo dois pequenos reajustes de 4% (2018) e 5% (2020) que não suficientes (nem de longe) à necessária recomposição salarial perante uma inflação acumulada, superior a 50%, portanto, existe sim uma defasagem mínima da ordem de 42,85% nas remunerações dos policiais paulistas", explica no texto da moção que será enviada ao governador João Doria (PSDB).

Ainda no texto da Moção de Apelo, o vereador destaca o importante papel das forças policiais no combate à criminalidade, mesmo em condições desiguais, já que por diversas vezes enfrentam criminosos fortemente armados. "É extremamente degradante constatarmos que os policiais paulistas têm se dedicado tanto para a diminuição dos índices criminais, enfrentado facções criminosas fortemente armadas, trabalhado em condições insalubres, socorrendo, resgatando e salvando vidas, solucionando crimes e controlando criminosos, tudo em defesa da sociedade e da manutenção da paz social", finalizou. 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 23 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/