Sidebar Menu

Em Carapicuíba, CPIs convocam representantes da Sabesp e Enel

Câmara Municipal abriu duas comissões para investigar contratos e prestação de serviços fornecidos pelas concessionárias de água e energia elétrica. Enel não atendeu convocação da CPI
Trabalhos da CPI prosseguem mesmo durante o recesso parlamentar (Divulgação/ Câmara de Carapicuíba)

Apesar do recesso parlamentar do mês de julho, os vereadores de Carapicuíba que compõem as duas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI) convocaram os representantes da Sabesp e Enel para prestar esclarecimentos sobre os serviços realizados na cidade.

A Sabesp foi a primeira a ser ouvida pelos vereadores que questionaram os serviços realizados pelas empresas terceirizadas da companhia e problemas na comunicação entre a Sabesp e a Prefeitura. Representando a concessionária, estiveram presentes os gerentes Valdiney Custódio, Amauri Moraes Reis e Lilian Rouse, bem como a funcionária administrativa Tânia Pereira. Ainda não foram divulgados os detalhes sobre os esclarecimentos apresentados pela companhia.

Já a Enel, empresa responsável pelo fornecimento de energia, não atendeu a convocação feita pelos integrantes da comissão. "Com esta atitude, a Enel demonstra todo o seu pouco caso tanto com esta Casa quanto com a população de Carapicuíba. Essa CPI precisava mesmo ser aberta para cobrar pelos maus serviços prestado e o desrespeito da companhia para com o nosso município", destacou o presidente da CPI Fabinho Reis.

Os vereadores Álvaro Abílio (DEM), Nil do Ariston (DEM), Prof. Batata (PSC), Prof. Naldo (PT) e Bruno Marino (PT), também participaram dos trabalhos da duas CPIs. O diretor do Procon de Carapicuíba, Evandro Xavier, também participou das sessões.

As CPIs
Em dezembro do ano passado, foi aprovada na Casa de Leis a abertura das comissões para investigar uma série de reclamações, feitas por moradores, que questionam a qualidade do serviço prestado e a suspeita de tarifa abusiva cobrada pelas concessionárias de água e energia elétrica. As duas comissões são presididas pelo vereador Fabinho Reis (PSDB) e os trabalhos de ouvir as partes envolvidas começaram em maio deste ano. 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/