Deputados estaduais “consomem” mais de R$ 6 milhões

Entre os maiores gastos de cinco parlamentares com forte atuação na região figuram: pagamentos com aluguéis de carros, imóveis, móveis e combustíveis

Mesmo com redução de salários e despesas de gabinetes enquanto durar a pandemia, os cinco deputados estaduais da região, Ataíde Teruel (Pode), Cezar (PSDB), Delegado Bruno Lima (PSL), Emidio de Souza (PT) e Gilmaci Santos (Republicanos), já custaram aos cofres públicos paulista aproximadamente R$ 6.093.936,94.

Juntos, os deputados possuem 107 assessores, utilizaram R$ 399.165,44 com despesas de gabinete, sendo que os maiores valores foram utilizados para os maiores pagamentos com aluguéis de carros, imóveis, móveis e combustíveis.
Cada parlamentar tem direito a um salário de R$ 25.322.25,25, assessores e até R$ 36.362,50 que são utilizados para as despesas de gabinete.

Devido a pandemia, a Assembleia Legislativa aprovou a redução em até 30% nos salários dos políticos, até 40% na verba de gabinete e até 20% nos salários dos assessores. A reportagem considerou o valor cheio sem descontos.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 28 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/