Sidebar Menu

Coronavírus: Doria diz que não descarta lockdown em São Paulo

Governador disse que medida não está programada 
Governador João Doria fala da possibilidade de lockdown em São Paulo

O governador João Doria (PSDB) garantiu, em entrevista coletiva, nesta segunda-feira (11), que não descarta a possibilidade de um lockdown no Estado de São Paulo. Doria enfatizou que a medida não está programada para o momento, mas que tudo dependerá do avanço da pandemia. "Não descartamos essa alternativa. Ela não está entre as medidas estudadas para este momento, mas se houver essa necessidade, nós podemos endurecer as medidas", disse revelando que a adoção só acontecerá com recomendação das autoridades da Saúde. "Só faremos isso com recomendação das autoridades de medicina, mas, neste momento, não há nenhuma decisão neste sentido, mas vamos avaliando o cenário dia-a-dia", completa.

Doria ainda explicou que além da taxa de isolamento, a ocupação dos leitos privados e públicos também será levada em consideração para adotar o lockdown. Vale frisar que o recomendado pelas autoridades de saúde é uma taxa de isolamento de 70%. Neste final de semana, a taxa de isolamento voltou ficar abaixo de 55% que é mínimo aceitável. "Além do isolamento, o número de leitos também deve ser levado em consideração para adotar um lockdown. E a quantidade de leitos é monitorada diariamente", revela.

O governador também explicou que o lockdown pode ser implantado apenas em regiões e não em todo o Estado. "Se houver essa necessidade, nós vamos avaliar e levar em consideração as necessidades de cada local. Claro que não descartamos uma medida par ao Estado, mas vamos a principio verificar as necessidades de cada local, por isso, reforçamos a importância do isolamento", finaliza.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/