Com recusa de convites, Rogério Lins tem dificuldades para trocar secretários

Lins diz que as mudanças são necessárias para melhor atender município (foto: Italo Cardoso-PMO)

O prefeito de Osasco, Rogério Lins (Podemos), encontra dificuldades para promover as mudanças em seu secretariado. Informações de bastidores dão conta de alguns convites não estão sendo aceitos, por isso a demora nas definições.

Há várias semanas o governo tem deixado escapar que as mudanças vão acontecer. Inicialmente, o prefeito Rogério Lins afirmou em coletiva que as alterações no primeiro escalão são necessárias e que esperaria as definições dentro do PSDB para efetuá-las.

Os tucanos definiram a nova composição do diretório municipal há, pelo menos, vinte dias, e as definições não aconteceram.

Muito tem se especulado sobre a saída do PT do governo. Mesmo tendo sido veiculado hoje as demissões dos secretários de habitação e de Cultura, os petistas Gustavo Anitelli foi visto hoje se identificando para um guarda no corredor do gabinete do prefeito como Secretário de Cultura.

Até o momento as redações dos jornais não receberam aviso de pauta sobre o evento de troca de secretários. Reuniões com presidentes de partido estão agendadas para esta tarde, nas quais podem ser tomar decisões de rompimento ou aproximação.