Sidebar Menu

Com novos recursos, entrega do Hospital Regional de Barueri deve ser antecipada

Ao lado do prefeito de Barueri, Rubens Furlan, o secretário estadual Marco Vinholi garantiu que governo do estado vai antecipar a liberação de R$ 100 milhões
Prefeitos da região, deputada federal e secretário estadual vistoriam obra do hospital (Divulgação/Secom)

Segundo semestre de 2022. Este é o prazo para a conclusão das obras do Hospital
Regional de Barueri. O anúncio da data foi feito pelo prefeito, Rubens Furlan (PSDB) que vistoriou ao lado do secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, o andamento da obra na cidade, na manhã desta terça-feira (27). A visita foi acompanhada pela deputada federal, Bruna Furlan (PSDB), prefeitos da região e vereadores.

De acordo com o secretário Marco Vinholi, R$ 100 milhões em recursos serão antecipados para acelerar o ritmo da obra que vai beneficiar diversas cidades. "O governador João Doria comprou esse sonho dos prefeitos. São mais de R$ 100 milhões em investimentos e, em breve, o governador estará na cidade para acompanhar a obra. A previsão é final de 2022, mas com a colocação de recursos de forma antecipada, a conclusão da obra pode ocorrer antes desse prazo", revelou

Já o prefeito Rubens Furlan enfatizou que as cidades da região não têm condições de manter sozinhas os custos para administrar um hospital de alta complexidade. "São mais de R$ 50 milhões para manter essa estrutura, ou seja, mesmo que nós reuníssemos todos os prefeitos da região, ainda não conseguiríamos manter essa unidade de alta complexidade. Os prefeitos aqui têm muita responsabilidade para que essa obra se tornasse realidade. Além disso, contamos com a ajuda da deputada Bruna Furlan e do secretário Marco Vinholi que sempre lutaram pela realização dessa obra. Então, podemos dizer que se não fosse o empenho e união política de todos, esse sonho dos prefeitos não seria atendido", garantiu.

Bastante elogiada por suas intervenções para acelerar o andamento da obra, a deputada Bruna Furlan destacou que existe interesse de todas as partes envolvidas para que o empreendimento seja concluído antes do prazo. "Essa é uma grande conquista do meu mandato para a nossa região. Nós precisávamos dessa unidade e com esse total de leitos vamos atender melhor toda a população. E fico muito feliz que o governador e o vice-governador tenham atendido a nossa reivindicação", destacou.

O prefeito Jandira, Doutor Sato (PSDB) destacou a importância da obra para as demais cidades da região, ainda mais nesse momento de pandemia. "Jandira não tem uma estrutura para desafogar as demandas da saúde. Com essa unidade vamos poder atender diversos pacientes, principalmente, nesse momento tão delicado da saúde", disse.

Já o prefeito de Carapicuíba, Marcos Neves (PSDB), lembrou que a cidade já dispõe de uma unidade vinculada ao governo do estado, mas que os novos leitos vão trazer tranquilidade para os moradores da região. "Vamos ter mais uma unidade que vai atender os nossos moradores que reivindicavam novas estruturas de saúde", garantiu.

A construção do hospital regional é realizada por meio de um convênio, firmado em agosto de 2019 entre a Prefeitura de Barueri e o governo do estado. Desta forma, a administração municipal doou o terreno e é responsável pelo investimento em metade da obra. O governo estadual fica responsável pelos custos da outra metade da construção e o funcionamento do equipamento depois de pronto. A unidade contará com 360 leitos, 50 leitos de UTIs, oito salas cirúrgicas, com capacidade para 580 intervenções e 1.100 internações mensais em uma área de 41 mil metros quadrados

Obras devem ser aceleradas e concluídas até o 2° semestre de 2022 (Divulgação/Secom)

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/