Sidebar Menu

Após o primeiro turno, câmaras municipais e prefeituras voltam a publicar conteúdo em seus sites e redes sociais

A Resolução TSE nº 23.610/2019 regulamentou a propaganda eleitoral nas Eleições Municipais de 2020
Câmara Municipal de Osasco, maior colégio eleitoral entre as 11 cidades que fazem parte do Cioeste(Foto: Reprodução Facebook)

Proibidas desde o dia 15 de agosto pela Lei Eleitoral, as câmaras municipais e as prefeituras das 11 cidades do Cioeste (Araçariguama, Barueri, Cajamar, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba e Vargem Grande Paulista) já voltaram a publicar informações e publicidade institucional, assim como contratar shows, admitir e demitir funcionários públicos, entre outras ações. As restrições impostas três meses antes das eleições municipais de 2020, de acordo com a Resolução TSE nº 23.610/2019, buscaram preservar a igualdade de oportunidades entre os candidatos a prefeito e vereador.

Mesmo com o retorno das publicações, nem todas as câmaras voltaram às atividades normais devido à pandemia da covid-19. Na Câmara Municipal de Osasco, por exemplo, as atividades presenciais foram suspensas por dez dias, até o final de novembro. O motivo: os vereadores Ni da Pizzaria (Pode), Ribamar Silva (PSD) e Rogério Santos (PL) foram diagnosticados com o vírus nesse período eleitoral e a medida foi aplicada para evitar a propagação e disseminação da doença entre outros vereadores e funcionários. Em Araçariguama, acontecem sessões presenciais, com participação de munícipes, mas com número limitado de pessoas. Nos demais municípios, as sessões são gravadas e disponibilizadas ao público através dos sites das Câmaras ou via redes sociais. 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection