Sidebar Menu

Presidente da Câmara de Barueri, Fabião, sofre tentativa de golpe após internação contra a Covid-19

O caso é investigado pelo DP de Barueri
Fabião é presidente da Câmara de Barueri. (Foto: Arquivo / Giro S/A)

A esposa do presidente da Câmara de Barueri, Fabião (PSDB), sofreu nesta semana uma tentativa de golpe após o vereador ficar internado para tratar do coronavírus, no Hospital Alvorada, na capital paulista.

O vereador ficou internado seis dias na unidade hospitalar e na última segunda-feira (20) recebeu alta. Após o médico lhe dar alta, uma suposta funcionária telefonou para o quarto onde ele estava e perguntou sobre o responsável médico - que no caso seria sua esposa -, e quem iria buscá-lo.

Assim que chegou em casa, Fabião manteve-se em isolamento. Sua esposa recebeu uma ligação de um criminoso que se passava por médico, dizendo que o vereador tinha piorado e que seu caso havia se agravado para uma leucemia, e que ela teria de comprar um medicamento não incluso no convênio.

Ao telefone, a esposa foi até o quarto e suspeitou que Fabião havia fugido do hospital. Assim que ela falou ao estelionatário que seu esposo estava em casa e que ele estava enganado, o criminoso reafirmou que o presidente da Câmara estava no hospital. Na sequência, ao perceber ela falando com o político, o criminoso desligou o telefone.

O presidente do legislativo barueriense também comentou que assim que ocorreu a tentativa de golpe, ligou para seu médico que também havia sofrido meses atrás uma tentativa semelhante em outro hospital privado.

O caso é investigado pelo DP de Barueri. O delegado pediu a quebra do sigilo telefônico da linha de celular que entrou em contato com a esposa do vereador.

A linha estava em nome de um empresário de Osasco que também pode ter sido vítima da quadrilha.

Veja mais notícias sobre CoronavírusPolíciaPolítica.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection