Sidebar Menu

​Policial humilhado por empresário de Alphaville pede R$ 50 mil de indenização

Assista abaixo ao vídeo da agressão
O caso aconteceu em maio. (Foto: redação / Giro S/A)

O cabo da Polícia Militar (PM), Daniel Nascimento, está processando o empresário morador de Alphaville 5, Ivan Storel, de 49 anos, por danos morais após ser humilhado na porta da casa do denunciado no dia 29 de maio. 

No processo que tramita no Fórum de Santana de Parnaíba, o militar pede R$ 50 mil por dano moral. O empresário foi comunicado oficialmente sobre o processo na última quinta-feira (10) e tem até 15 dias para se manifestar.

Em seu despacho, o juiz José Maria Alves Aguiar Júnior afirma que, se o empresário não se manifestar dentro do prazo determinado ele estará, em termos práticos, concordando com a ação judicial do policial militar. "Cite-se e intime-se o (a) (Ivan Storel), para apresentar defesa no prazo de 15 dias úteis. A ausência de contestação implicará revelia e presunção de veracidade da matéria fática apresentada na petição inicial".

Além deste processo, o Ministério Público de São Paulo apresentou denúncia por desacato contra o empresário e a Justiça aceitou.

Caso o policial obtenha sucesso na ação judicial, a defesa diz que o cabo Daniel Nascimento doará o valor a uma instituição assistencial.

Entenda o caso

Na tarde desta sexta-feira (29 de maio), a Polícia Militar foi acionada para averiguar uma ocorrência no Residencial Alphaville 5, em Santana de Parnaíba, após Storel agredir verbalmente e ameaçar a esposa.

Quando os policiais militares chegaram ao local para atender o chamado foram desacatados e ameaçados pelo homem. "Tem um (palavrão ofendendo os militares) querendo invadir minha casa, querendo me levar preso, por favor, vem pra cá agora, que você é secretário de segurança, vem pra cá e me ajuda (palavrões e ofensas aos militares), por favor, Marinho, vem aqui e me ajuda", dispara o indiciado.

O policial militar tenta se aproximar do homem que está exaltado, mas é ofendido por diversas vezes e ameaçando. "(Ofensas) você é um (m) de um PM que ganha mil reais por mês, eu ganho R$ 300 mil por mês eu quero que você se f seu lixo", continuo o morador em seguidos ataques aos policiais militares

O empresário resistiu à abordagem e proferiu várias palavras de baixo calão contra os policiais. A PM teve que fazer uso moderado da força para contê-lo. "Você não me conhece. Você pode ser macho na periferia, mas aqui você é um bosta. Aqui é Alphaville, mano", ressalta Storel aos policiais.

No dia seguinte a repercussão do caso, Ivan Storel, no domingo (31 de maio), gravou um vídeo pedindo desculpas pelas ofensas. "Eu quero gravar esse vídeo direcionado a Polícia Militar, a Polícia Civil enfim a todos os policiais, todos sabem que eu estive envolvido em uma polêmica com a Polícia recentemente. Bom, eu não estou aqui para eximir das minhas responsabilidades", reconheceu o erro Storel. "Eu estou aqui para pedir desculpas aos policiais que estiveram lá em casa, a policial que esteve lá em casa (chamada de puta por ele), a todos aqueles que eu ofendi porque nada justifica aquela atitude que eu tive", justificou o empresário.

Assista aos momentos da agressão contra os policiais.

Assista ao agressor pedindo desculpas. 

Assista à entrevista que o PM concedeu ao Giro S/A.

Veja mais notícias sobre Polícia.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection