GCM fecha "balada" clandestina com centenas de pessoas sem máscara no Jardim D'abril, em Osasco

O proprietário do estabelecimento Toca Lounge e o organizador do evento foram autuados em flagrante por descumprimento de medidas sanitárias. Local foi multado e lacrado

A Guarda Civil Municipal (GCM) fechou uma casa de shows com mais de 100 pessoas que estavam no local sem o uso da máscara de proteção facial. O caso ocorreu na noite de sexta-feira (11), na avenida Prefeito Hirant Sanazar, Jardim D'abril, em Osasco. 

O proprietário do estabelecimento Toca Lounge e o organizador do evento foram autuados em flagrante por descumprimento de medidas sanitárias no combate à pandemia. Neste momento, de acordo com índices do governo do estado de São Paulo, houve aumento no número de óbitos bem como o de internações nos leitos de UTI em virtude do coronavírus. Por determinação do governo estadual, ainda segue proibido qualquer evento no estado que possa gerar aglomeração. Os comércios podem funcionar somente até às 21h. 

Segundo o boletim de ocorrência, os agentes da GCM estavam em uma operação de combate ao descumprimento das medidas sanitárias pela região quando notaram que o local estava com som alto e repleto de pessoas aglomeradas. O caso foi registrado no plantão policial do 5⁰ DP como descumprimento de medidas sanitárias. O local foi multado e lacrado. 

Veja mais notícias sobre Polícia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 21 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/