Sidebar Menu

​GCM de Itapevi desmantela ponto de tráfico no Jardim Marina, em Itapevi

Em residência, agentes apreenderam crack, maconha, balanças, materiais para embalagem de entorpecentes e celulares. Após prestarem depoimento, suspeitos foram soltos
 (Divulgação/Prefeitura de Itapevi)

Agentes da Ronda Regional da Guarda Civil Municipal (GCM), apreenderam mais de cinco quilos de maconha em Itapevi na quarta-feira (16). Segundo os agentes, durante patrulhamento no Jardim Marina, rua Petrolina, eles avistaram um homem em atitudes suspeitas, principalmente quando ele notou a presença dos guardas. O indivíduo iniciou fuga, abandonando uma sacola. Naquele mesmo local, os policiais sentiam forte cheiro de maconha vindo da janela de uma casa.

Os policiais foram averiguar a residência e flagraram quatro indivíduos com drogas. Diante da situação, os GCMs realizaram a abordagem dos criminosos, no entanto, um deles conseguiu fugir. O trio detido foi conduzido juntamente com a droga e os materiais apreendidos foram encaminhados até a delegacia de polícia da cidade.

Produção de entorpecentes
Os policiais apreenderam duas balanças e instrumentos de precisão, nove pacotes com milhares de frascos para acondicionamento de cocaína, um rádio transmissor, três aparelhos celulares, nove facas, seis pedras de crack e oitenta barras de maconha, o equivalente a mais de cinco quilos, entre outros materiais para embalagem dos narcóticos.

Os três homens estão sendo investigados pela Polícia Civil pelo crime de tráfico de drogas. Todos afirmaram não ter ligação com o crime. Um deles alegou que o terreno pertence a sua mãe e que ela não tinha conhecimento sobre a produção de drogas no local. Já com relação ao homem que fugiu do local, conhecido como "Moica", ressaltou que ele é responsável pelo tráfico, uma vez todos que estavam no local são apenas usuários de drogas. A versão foi confirmada pelos dois últimos.

As drogas e os materiais apreendidos foram encaminhadas ao Instituto de Criminalística de Barueri para perícia. O delegado de plantão registrou o caso como tráfico de drogas, fabricação, venda e comércio de entorpecentes. Após prestarem depoimento, os três suspeitos de envolvimento com o crime foram liberados. A Polícia Civil afirma seguir investigando o caso em busca de "Moica".

*Foto de capa: Divulgação/Secom Itapevi.

Veja mais notícias sobre Polícia.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/