Sidebar Menu

​GAECO do DF faz operação em Barueri, Cotia, Santana de Parnaíba e Itapevi contra desvios da COVID-19

 Ação ocorre em mais sete estados e no Distrito Federal
O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público do Distrito Federal (MPDFT) está cumprindo, na manhã desta quinta-feira (2), mandados de busca e apreensão em empresas e residências nas cidades de Barueri, Cotia, Santana de Parnaíba e Itapevi, para apurar ilegalidades em contratações para a realização de testes para detecção da Covid-19.

O processo tem como alvo secretário do Governo do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB).

De acordo com informações, há fortes indícios de superfaturamento na aquisição dos insumos.

Ainda há evidências de que os produtos adquiridos, seriam de baixa qualidade ou ineficazes na identificação do coronavírus.

O somatório do valor das dispensas de licitação sob investigação, supera o valor de R$ 73 milhões.

Os mandados foram deferidos pela Justiça Criminal de Brasília e decorrem de uma investigação iniciada no GAECO/MPDFT.

Além da região, a ação também ocorre no Distrito Federal e em outros sete estados brasileiros: São Paulo, Espírito Santo, Bahia, Santa Catarina e Paraná.

Veja mais notícias sobre CoronavírusPolícia.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection