Sidebar Menu

Comércio e shoppings de Barueri, Cotia e Osasco poderão funcionar 8h diárias

Estabelecimentos voltam a vender ingressos para eventos culturais, sociais e de negócios
Decreto será publicado na quinta-feira, 20 (Foto: Divulgação/Pexels)

O vice-governador do estado de São Paulo, Rodrigo Garcia (DEM), anunciou nesta quarta-feira (19) que os comércios de rua, shoppings, salões de beleza, escritórios e outras atividades comerciais autorizadas na fase amarela do Plano São Paulo, poderão estender o horário de funcionamento de seis para oito horas. O comunicado foi feito em uma coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes, na Capital. 

Segundo Garcia, as providências serão divulgadas por meio de um decreto que será publicado no Diário Oficial do Estado na quinta-feira (20) e a medida começará a valer a partir de sexta-feira (21). O vice-governador também explicou que os prefeitos possuem autonomia para aplicar a medida e decidir quando irão adotar a mudança. "Lembro que, mesmo com essa medida feita pelo decreto do governo do estado de São Paulo, os prefeitos têm autonomia para aplicar a medida e decidir se a mudança será adotada e em que momento ela deve ser colocada em prática nas suas cidades", disse Garcia.

Venda de ingressos em bilheterias
A autoridade anunciou que a venda de ingressos em bilheterias para eventos culturais, sociais e de negócios será permitida, desde que os protocolos sanitários e de distanciamento social sejam respeitados. Anteriormente, a venda deveria ser feita antecipada.Entretanto a venda com assentos marcados e horários pré-agendados ainda continuam, bem como a capacidade limitada de 40%. O governo estadual também anunciou na fase verde (quatro), onde os estabelecimentos poderão funcionar até às 22h, com capacidade máxima de 60%. 

Veja mais notícias sobre CoronavírusGeral.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection