Sidebar Menu

Brasil poderá ter acesso à estrutura militar dos Estados Unidos

SAIBA MAIS: Donald Trump comunicou Congresso Americano sobre sua intenção

Nessa quinta-feira (9), o presidente Donald Trump enviou uma nota ao Congresso americano para designar o Brasil como um aliado prioritário da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte). Isso significa que a relação bilateral entre os dois países se entende, especialmente, à estrutura militar norte-americana.

Os presidentes Donald Trump e Jair Bolsonaro durante encontro na Casa Branco, em março (FOTO: Isac Nóbrega/PR/Agência Brasil)

Ao passo que o Brasil se torna um dos Aliados Prioritários Extra-Otan, conforme a mensagem de Trump ao Congresso, o País passa a ter acesso, segundo a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, a tecnologias de defesa, acesso privilegiado à indústria de defesa dos EUA, aumento do intercâmbio militar, exercícios e treinamentos. 



Um dos pontos também destacados pela Embaixada dos Estados Unidos é o acesso especial que o Brasil terá ao financiamento de equipamentos militares, se for realmente incluído no grupo de aliados da Otan. 



Classificar um país como membro prioritário é uma maneira de aproximar os países de fora da América do Norte e Europa para alianças estratégicas e cooperação, como neste caso da Otan, a área de defesa. 

O apoio de Trump ao Brasil segue em "efeito dominó". O presidente norte-americano afirmou em março, durante encontro com o presidente Jair Bolsonaro, na Casa Branca, que apoia os esforços do Brasil para integrar a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Trump também afirmou que as negociações entre os dois países devem avançar nas áreas de segurança militar e do comércio.

Bolsonaro também tem apoio de Trump quando o assunto é transferir a embaixada brasileira de Jerusalem para Isarel, outro país aliado dos Estados Unidos e um dos 17 países do grupo de Aliados Prioritários Extra-Otan. 



Recentemente, os governos brasileiro e de Israel firmaram cinco acordos de cooperação nas áreas de defesa, serviços aéreos, prevenção e combate ao crime organizado, ciência e tecnologia e um memorando de entendimento em segurança cibernética. 

8 de Maio 2019

Ao Congresso dos Estados Unidos:

De acordo com a seção 517 da Lei de Assistência ao Exterior de 1961, conforme emendada (22 U.S.C. 2321k), estou informando minha intenção de designar o Brasil como um dos Aliados Prioritários Extra-OTAN.

Estou fazendo essa designação em reconhecimento aos recentes compromissos do governo do Brasil de aumentar a cooperação em defesa com os Estados Unidos e em reconhecimento ao nosso próprio interesse nacional de aprofundar nossa coordenação em defesa com o Brasil.

DONALD J. TRUMP
CASA BRANCA
8 de maio de 2019.

Entenda o que é a Otan

Uma organização militar formada por 29 países membros e foi criada 1949, em meio à Guerra Fria, definição histórica que representa os conflitos e disputa por poder político e militar entre Estados Unidos e a então União Soviética (entre 1945 e 1991). A sede da Otan fica nos Estados Unidos, mas em Bruxelas, capital da Bélgica.

Países membros da Otan

Albânia
, Bélgica, Bulgária, Canadá, 
Croácia, 
República Checa, Dinamarca, 
Estônia, 
Estados Unidos

França, Alemanha, 
Grécia, 
Hungria, Islândia, 
Itália, Letônia, 
Lituânia, 
Luxemburgo, Montenegro, 
Holanda

Noruega, 
Polônia, 
Portugal, 
Romênia, 
Eslováquia, 
Eslovênia, Espanha, 
Turquia, 
Reino Unido

Veja mais notícias sobre GeralMundo.