Sidebar Menu

Aperte os cintos para viajar até 2040

A forma da viagem como conhecemos mudará drasticamente nos próximos 20 anos

Viajar dentro do Brasil ou para o exterior é um sonho possível para muitas pessoas. Com o avanço das tecnologias e facilidades, as experiências mudam a cada ano. E como seria, então, viajar em 2040?

O relatório encomendado pela Allianz Partners "The Future Travel Experience" dá algumas ideias de como poderão ser essas tendências. Já começa com a escolha dos destinos que utilizará a realidade aumentada, os serviços automatizados dos hotéis, a impressão 3D que deverá reduzir o peso das bagagens e o transporte por trem e navio mais eficientes. Confira:

* Escolha do destino: a realidade virtual aumentada permitirá que interessados entrem em quartos de hotéis virtualmente, visitem atrações como carnaval de rua, explorem museus ou entrem em restaurantes do sofá de sua casa.

* Check in no hotel: sistemas de reconhecimento facial já estão em uso experimental em alguns aeroportos e, dentro de 20 anos, os sistemas de computador, que podem identificar com segurança seu rosto poderão fazer o check-in instantâneo.

* Serviços nos hotéis: assistentes de software serão usados em hotéis econômicos e de negócios no check-in e orientações. Haverá até portadores de bagagem robóticos para transportar as malas.

* Redução de bagagem: viajantes poderão enviar suas medidas para o hotel, que providenciará roupas mais volumosas, como capas de chuva ou sapatos, impressos em 3D. Por serem de baixo custo serão descartáveis após o uso.

* Viagens de trem: redes de computadores e a "Internet das Coisas" (IoT) gerenciarão redes ferroviárias nacionais e internacionais, permitindo que os trens circulem mais rápido e mais conectados. A velocidade também aumentará, com grande parte da frota operando acima dos 200 km/h.

* Cruzeiros sustentáveis: a tendência é que os transatlânticos usarão Gás Natural Liquefeito (GNL), combustível fóssil leve e com baixa emissão de gases de efeito estufa, transformando as férias nesses navios em uma das maneiras mais ecológicas de viajar pelo mundo. A variedade de destinos também continuará a crescer, expandindo especialmente para Ásia.

* O espaço é logo ali: é provável que em 2040 turistas estejam voando regularmente para Lua e tendo a experiência de ver a Terra do espaço.

"A forma da viagem como conhecemos mudará drasticamente nos próximos 20 anos. É estimado que os números de passageiros das companhias aéreas dobrem e o setor de viagens está sofrendo crescente pressão dos viajantes por experiências mais rápidas e eficientes", afirma Ray Hammond, futurólogo que analisou o estudo.

Para ele, até 2040 as viagens também estarão mais ligadas à aventura, à realização e ao aprendizado de novas habilidades, em vez de apenas preencher uma lista de lugares visitados.

Veja mais notícias sobre Geral.

Veja também: