Sidebar Menu

Próstata: existem 66 casos de câncer a cada 100 mil homens

Barueri registrou 12 óbitos por neoplastia de próstata desde janeiro.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), estima-se que a cada dois anos sejam diagnosticados 68.220 casos de câncer de próstata no Brasil. Esses valores correspondem a um risco estimado de 66.12 casos novos a cada 100 mil homens. Em 2017 foram registradas 15.391 mortes.

Esse tipo da doença é o 2º mais comum entre homens no Brasil. "A incidência de câncer de próstata é alta pelo volume de pacientes. Mas não é tão letal. A taxa de mortalidade é alta, faltando busca médica. O homem deve mudar a forma de pensar e realizar o exame", afirma Paulo Maron, urologista do Leforte Oncologia.

Em 2019, Barueri registrou 12 óbitos por neoplastia de próstata de janeiro a outubro. Em 2018 foram 18 no mesmo período (20 no ano todo). Homens com 40 anos ou mais são incentivados a fazer o exame. Dependendo do caso, a cirurgia é feita no HMB.

Cotia informou o número de encaminhamentos para consulta de oncologia urológica: 27 em 2019 e 34 em 2018. "É considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de 75% dos casos ocorrem a partir dos 65 anos e o envelhecimento da população favorece o aumento", ressalta Tânia Cláudia Inácio Barbosa - Apoio à Gestão de Cotia. A cidade realiza ações para a detecção precoce do câncer e oferta exames e consultas. Os casos são encaminhados para Unidades de Referência da Secretaria de Estado da Saúde.

De acordo com o Inca, os casos ocorrem com mais frequência em países desenvolvidos. "Isso tem mais relação com o envelhecimento da população e com maior quantidade de dados estatísticos", finaliza o urologista.

Veja mais notícias sobre Geral.