Sidebar Menu

União Europeia proíbe entrada de brasileiros em seus países associados

Lista com países "proibidos" serão atualizados a cada 15 dias.
Desde março, a União Europeia vem limitando viajantes de fora suas fronteiras externas. (Foto: Agência Brasil)

A União Europeia (UE) anunciou nesta terça-feira (30) que vai manter a proibição da entrada de viajantes vindos do Brasil, Rússia e os Estados Unidos e outros países na Europa. A medida entra em vigor a partir dessa quarta-feira (1).

Entre os critérios para autorização de entrada nos países membros está o controle do número de casos de Covid-19, testagem na população local, vigilância, localização de contágios e contenção.

O Brasil e EUA são justamente os dois países com o maior número de infectados e mortos pela doença no mundo.

A lista de veto da UE inclui ainda a Índia e a Rússia, dois países que também vêm passando por um aumento significativo de casos de covid-19.

Entretanto, a medida é uma recomendação. Cabe aos 27 países-membros decidirem se aceitarão viajantes vindos dessas nações ou não seguir correm o risco de seus moradores serem barrados em viagens dentro do próprio grupo.

Ao mesmo tempo, a União Europeia aprovou a entrada de viajantes de 15 países: Austrália, Canadá, Japão, Argélia, Geórgia, Montenegro, Marrocos, Nova Zelândia, Ruanda, Sérvia, Coreia do Sul, Tailândia, Tunísia e Uruguai.

Para os viajantes provenientes de países que continuam fora da lista, serão isentos das restrições da UE e familiares, residentes de longa data no bloco e respectivas famílias desses turistas.

Segundo a agência de notícias alemã Deutsch Weller, bloco também incluiu a China nesse processo. O país está sob critérios de reciprocidade. Ou seja, só valerá efetivamente se Pequim também permitir a entrada de passageiros da Europa.

A lista de países proibidos e permitidos será atualizada a cada 15 dias para considerar o progresso ou a falta dele em relação ao controle da pandemia do coronavírus, de acordo com o Conselho Europeu.

A lista definitiva ainda precisa ser aprovada por uma "maioria qualificada" de países do bloco, o que significa 15 membros que representam 65% da população total. A votação acontecerá ainda nesta quarta-feira.

Desde março, a União Europeia vem limitando viajantes de fora suas fronteiras externas.

Veja mais notícias sobre MundoCoronavírus.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection