Sidebar Menu

​Governo estadual barra retorno das torcidas aos estádios de futebol

Disputa entre Brasil e Bolívia acontece em 9 de outubro no estádio Neo Química Arena, sem a presença do público
"O foco é a proteção aos brasileiros que estão em São Paulo", disse o governador do estado João Doria (Divulgação/Governo do estado de São Paulo)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou na tarde desta quarta-feira (23), que vetou o retorno das torcidas aos estádios para jogos do Campeonato Brasileiro. O comunicado foi feito por meio de uma coletiva de imprensa realizada em São Paulo.

O pronunciamento aconteceu após o governo federal aprovar, junto ao Ministério da Saúde, na terça-feira (22), um projeto da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no qual é permitido até 30% do público em arquibancadas de arenas a partir de outubro.

Segundo Doria, a proposta foi analisada pelo Centro de Contingência do Coronavírus, órgão estadual que coordena o combate à pandemia do coronavírus, onde foi concluído que não seria possível a retomada de eventos que promovam aglomerações. "Respeitamos a Federação Paulista de Futebol (FPF), a CBF, os diretores e aqueles que procuram valorizar as práticas esportivas, mas nossa obrigação e o nosso dever é proteger a vida de todas as pessoas, incluindo treinadores, comissão técnica, jogadores, torcedores e todos que estão no estado de São Paulo", disse o governador.

A partida entre Brasil e Bolívia nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 será sem a presença de público (Foto: Reprodução/ Facebook Neo Química Arena)

CBF
Inicialmente, a ideia da CBF era realizar a partida entre Brasil e Bolívia, marcada para o dia 9 de outubro, estreia da seleção brasileira nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, com alguns torcedores. Entretanto, o governo estadual anunciou que a realização de jogos com presença do público nas arquibancadas e no entorno dos estádios poderia aumentar a propagação do vírus, já que os principais times mobilizariam entre 15 e 30 mil pessoas.

"Primeiro, que o estado de São Paulo segue em quarentena, recomendando, insistentemente, esse rigor do isolamento e uso de máscaras. Segundo que a doença, embora esteja decrescendo, continua em patamar elevado. Terceiro que, nesse tipo de evento, acontece uma concentração de pessoas de diferentes origens geográficas, com prevaleça diferentes da doença", ressaltou José Medina, coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus.

A disputa entre Brasil e Bolívia será realizada na Neo Química Arena, no bairro de Itaquera, na zona leste da capital paulista às, 21h30.

Veja mais notícias sobre Esportes.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection