Sidebar Menu

Brasil x Itália: Globo reexibirá final da Copa do Mundo de 1994

Reprise da conquista do tetra será transmitida às 15h45
Seleção Brasileira, campeã da Copa do Mundo no dia 17 de julho de 1994, no estádio Rose Bowl, em Pasadena, nos Estados Unidos (Foto: Divulgação/CBF)

A TV Globo vai exibir neste domingo (26), às 15h45, o jogo entre Brasil e Itália pelo título da Copa do Mundo de 1994. O final da partida não é novidade, mas os momentos dos jogadores em campo são inesquecíveis. Foi neste jogo que a Seleção Brasileira conquistou o Tetra após empate no zero a zero no tempo normal e prorrogação, que deu tempo para o Brasil vencer a Itália por 3 a 2 nos pênaltis. 

Em 1994, para a disputa da Copa do Mundo dos Estados Unidos, Carlos Alberto Parreira montou um time que tinha no equilíbrio dos seus setores e um forte sentido coletivo e de competitividade os seus grandes atributos.

Isso, aliado à qualidade técnica dos jogadores, fizeram a Seleção Brasileira, cono definiu Parreira, jogar um futebol que chamou à brasileira.

A campanha do tetracampeonato teve seu jogo final contra a Itália, no dia 17 de julho de 1994. Depois de empate em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, a decisão foi para a cobrança de pênaltis. Taffarel fez a sua parte - Dunga, Romário e Branco converteram para o Brasil, que venceu por 3 a 2.

Ficha técnica do jogo

Brasil e Itália: 0x0  (tempo normal)
Pênaltis na prorrogação: Brasil 3:2 Itália
Competição: Copa do Mundo
Local: Estádio Rose Bowl, em Pasadena (USA).
Público: 94.194 espectadores.
Árbitro: Sándor Puhl (Hungria).
Assistentes: Venancio Concepción Zárate Vásquez (Paraguai), Mohammed Fanaei (Irã).
Cartão Amarelo: Mazinho, Cafu, Apolloni, Albertini.
Time em campo pelo Brasil: Taffarel, Jorginho (Cafu, aos 21), Aldair, Márcio Santos e Branco; Mauro Silva, Dunga, Mazinho e Zinho (Viola, aos 106); Bebeto e Romário.
Treinador:Carlos Alberto Gomes Parreira.
Time em campo pela Itália: Pagliuca, Benarrivo, Mussi (Apolloni, aos 34), Franco Baresi e Maldini; Albertini, Dino Baggio (Evani, aos 95), Berti e Donadoni; Roberto Baggio e Massaro.
Treinador: Arrigo Sacchi.
Pênaltis: Franco Baresi (0:0); Márcio Santos (0:0); Albertini (0:1); Romário (1:1); Evani (1:2); Branco (2:2); Massaro (2:2); Dunga (3:2); Baggio (3:2).

Veja mais notícias sobre Esportes.

Veja também:

 
No Internet Connection