Sidebar Menu

O dinheiro entra por um lado e sai pelo outro

​Editorial publicado na edição 482, de 18 de outubro.

Se a conta dos prefeitos não vai bater isso já é possível imaginar e, no caso dos que estão com o papel e lápis na mão, como Rubens Furlan, de Barueri, é possível mensurar: o caixa da cidade pode perder cerca de R$ 1 bilhão por reflexo da reforma tributária.

Barueri é apenas um exemplo, mas outras cidades vão ser impactadas, umas mais outras menos. Apesar dessa realidade, na outra ponta a região retoma o posto de atração por novos investimentos, como São Roque, que terá ainda neste ano um aeroporto executivo em plena operação anexado a um complexo empresarial e comercial do Shopping Catarina.

É inegável que a região, assistida por um sistema viário (Castello Branco, Raposo Tavares e Rodoanel) que alcança diferentes regiões, esbanja pompa quando investidores apostam em novos endereços por aqui para firmar seus negócios. Muitos deles estão no Polo Tamboré, em Santana de Parnaíba, também em Alphaville, em Barueri, em Osasco e no corredor da Raposo Tavares, em Cotia.

Apesar deste cenário positivo, que gera emprego local para trabalhadores residentes na região e receita para os cofres das Prefeituras, quando encostam a cabeça no travesseiro os prefeitos, certamente, pensam no que farão para equilibrar as contas no "frigir dos ovos".

Veja mais notícias sobre Editorial.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection