Sidebar Menu

Dengue: o combate ao mosquito é uma obrigação de todos

​Editorial da edição 492, de 31 de janeiro de 2020

Parece uma notícia repetida, mas não é. Dados divulgados pelas prefeituras da região e secretária estadual de Saúde revelam que os casos de dengue subiram até 763 vezes em 2019 em comparação a 2018. No total, foram 3.005 casos ante apenas 85.

Diante dos números podemos levantar algumas questões: quem é o responsável pelo combate ao mosquito Aedes aegypti nas cidades? Será que a população tem feito sua parte nessa batalha contra a dengue?  

Ilustração: Carlos Muller-Giro S/A

Na região, as prefeituras iniciaram ações de combate à proliferação do mosquito, já que eles encontram um ambiente mais propício devido à chegada do verão. Os agentes circulam pelos bairros fiscalizando as residências e falando da importância de não deixar água parada, caixa d'água sem tampa, ou seja, de não criarmos ambientes favorável a formação de criadouros do mosquito.

O que precisa ficar evidente é que o Poder Público e população precisam manter-se unidos nesta batalha, ou seja, o combate ao mosquito é uma obrigação de todos, pois a dengue pode levar um paciente à morte.

Então, levante, olhe seu quintal e as proximidades de sua residência. Verifique se há recipientes abertos que possam armazenar água e trazer transtornos ao seu bairro. Por fim, incentive seus vizinhos, pois não podemos perder essa batalha para um mosquito.

Veja mais notícias sobre Editorial.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection