Polo de tecnologia regional, Osasco não para de atrair grandes empresas; entenda os motivos

Localização estratégica, infraestrutura, mão de obra qualificada e isenções fiscais têm contribuído para município seduzir gigantes do setor de tecnologia
A localização estratégia da cidade, cortada por rodovias e marginais chama a atenção de empresas (Uelson Henkell/Giro S/A)

Mercado Livre, Uber e recentemente a plataforma 99 escolheram a cidade de Osasco para instalar suas sedes, que já abriga gigantes como Shopper, iFood, Rappi, Dafiti, entre outras. O que teria motivado empresas a deixarem suas sedes na capital paulista para escolher Osasco? o prefeito do município, Rogério Lins (Podemos), explicou à reportagem: "Para atrair novas empresas, reduzimos, em 2018, a alíquota de ISS de 3% para 2%". 

A localização de Osasco é outro fator citado pelo gestor: proximidade com a capital paulista, fácil acesso às marginais Pinheiros e Tietê, ao Rodoanel e às rodovias Castello Branco, Anhanguera e Raposo Tavares. "Em Osasco, há um esforço da gestão em transformar a cidade em um centro de tecnologia. Oferecemos tratamento personalizado para cada empresa que se interessa pela cidade, negociando caso a caso", afirma Lins.

Na infraestrutura, a Prefeitura tem investido nas vias e em iluminação nos bairros, por meio dos programas Asfalto Novo e Osasco Iluminada. "Temos, ainda, amplas redes de saúde e educação, além de um comércio vibrante", destaca o chefe do Executivo.

Ulisses Ruiz de Gamboa, professor de Economia da Universidade Presbiteriana Mackenzie e pesquisador do Centro Mackenzie de Liberdade Econômica também destaca a redução de impostos e a localização estratégica da cidade. "Osasco está se tornando uma cidade atrativa, em primeiro lugar por conta da redução do ISS. A redução tributária sempre é bem-vinda para as empresas", afirma Gamboa.

Segundo Ulisses, há algum tempo se observa uma marcha de empresas para o interior. "A cidade de São Paulo está ficando menos importante em termos de número de empresas e de peso econômico em relação às cidades da Grande SP e do interior", afirma Gamboa.

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 20 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/