Sidebar Menu

Na região, empreendimentos de médio e alto padrão estão no centro das atenções

Com crescimento recorde nos financiamentos imobiliários, movimento do mercado sinaliza a retomada do setor
Débora Bertini, diretora de incorporação da MPD (Foto: Divulgação / MPD)

Sediada em Barueri, a MPD Engenharia, que figura entre as dez maiores construtoras do País, acompanha os reflexos positivos da retomada do setor imobiliário. A seguir, confira a entrevista que a diretora de incorporação da MPD, Débora Bertini, concedeu à reportagem.

O financiamento imobiliário disparou em outubro, com aumento de 84% em relação ao mesmo período do ano passado. Esse índice positivo foi notado nos negócios da MPD?
Estamos vivendo um momento de economia muito favorável nesse sentido, com uma taxa de juros Selic historicamente baixa, se aproximando de 2%. A faixa de empreendimento de médio e alto padrão, na qual a MPD se encontra, foi umas das grandes responsáveis, inclusive, por recordes positivos do setor de construção civil nos últimos meses.

De que maneira a senhora avalia o cenário do mercado imobiliário na região oeste da Grande SP?
O cenário para essa região, que inclui Alphaville, é muito positivo, já que conta com o diferencial, em questão de valores, de oferecer opções mais acessíveis do que em regiões compatíveis em São Paulo.

Quais são as perspectivas para 2021?
Entramos em uma faixa de acomodação e retomada, começando a apresentar, desde junho, dados positivos. A expectativa é que o mercado melhore cada vez mais rápido e, pouco a pouco, os baques sentidos mais fortemente sejam recuperados.

LANÇAMENTO: Perspectiva do Level Alphaville, empreendimento residencial da MPD que oferece apartamentos de 95, 123 e 180 metros quadrados (Foto: Divulgação / MPD)

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection