Sidebar Menu

Independência financeira: Cacau Show, sediada em Itapevi, lança programa de revenda a partir de R$ 300

Projeto de incentivo criado pela fabricante de chocolates pode ser vantajoso pois é a única marca que trabalha com a venda domiciliar desse tipo de produto no País
Para ser revendedor autorizado da Cacau Show, o investimento inicial é de R$ 300 (Reprodução/Instagram)

A pandemia teve um grande impacto no emprego e renda de famílias por todo o país. A taxa de desemprego bateu recorde, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística): são 14,4 milhões de pessoas sem um emprego formal em todo o Brasil. Diante desse cenário, muitas famílias estão recorrendo a estratégias para conseguir dinheiro e a revenda de produtos tem ganhado destaque.

A Cacau Show, com sede em Itapevi, viu o número de revendedores crescer 106% em 2020, durante a pandemia. De acordo com dados da empresa, são mais de 51.000 revendedores ativos em todo o Brasil, e o programa movimenta mais de R$ 220 milhões.

Leandro Lemos, 27 anos, morador de Itapevi, é um dos revendedores da Cacau Show. De consumidor dos chocolates finos da empresa, tornou-se vendedor e se afiliou ao programa de revenda da empresa. "Com o dinheiro das vendas comprei uma moto para que facilitasse as minhas entregas", conta. Sem emprego formal, sua fonte de renda vem exclusivamente da comercialização de produtos Cacau Show. "Com o lucro pago um consórcio de uma outra moto, e estou terminando de construir minha casa", afirma.

O programa de revenda da Cacau Show também ajudou Leandro a conhecer Laissa Novaes, vendedora da loja onde ele faz suas compras. Laissa tornou-se assistente da gerência e o contato frequente os aproximou. "Me lembrei do que o gerente tinha me falado lá no dia do meu cadastro, que a Cacau Show ia me dar muitos prêmios. Eu pensei que o prêmio é esse, com certeza: nos apaixonamos começamos a namorar, e a Laissa me ajudou muito mais com as vendas, que só aumentaram, e resolvemos nos casar e construir mais cômodos em nossa casa", relata.

Com dois meses de casados, Leandro e Laissa são conhecidos como "casal Cacau Show" entre os revendedores da região de Itapevi. "E a ideia é vender muito mais, e quem sabe um dia até termos uma franquia", conclui.

Casal Cacau Show: Leandro e Laissa se conheceram graças à empresa e sonham em aumentar as vendas e ter uma franquia (Divulgação/Cacau Show)

SER REVENDEDOR VALE A PENA?

Tornar-se revendedor significa ser seu próprio chefe: é você quem estabelece suas metas e horários. Além disso, a marca apoia com materiais de divulgação, informações e workshops para que o revendedor aprenda novas formas de vender e aumentar seu lucro. Outro fator importante e que atrai interessados é o baixo valor de investimento.

Na Cacau Show, o investimento inicial é de R$ 300,00 (R$ 250,10 em produtos + R$ 49,90 em materiais de apoio), e o valor pode ser parcelado em até três vezes sem juros no cartão de crédito. O programa oferece margem de lucro mínima de 15% na revenda, além de margem extra de 10% e prêmios exclusivos.

Para se cadastrar no programa, basta acessar o site https://incentivo.cacaushow.com.br/revendedor preencher o formulário com seus dados e aguardar aprovação.

A companhia exige que os revendedores tenham mais de 18 anos ou possuam emancipação devidamente comprovada, ter proposta de cadastro aceita pela Cacau Show e realizar entrevista pessoal com o franqueado.

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/