Sidebar Menu

Taxa de inadimplentes sobe em Barueri e cai em Osasco, aponta indicador

No acumulado do ano, Osasco registrou queda de -0,3% e Barueri alta de 2,2%

A taxa de consumidores inadimplentes,divulgada nessa quinta-feira, 28, pela Boa Vista, empresa de inteligência de dados financeiros, mostra que a cidade de Barueri registra uma elevação de 2,2% do número de pessoas com contas em atraso no acumulado deste ano. Em contrapartida, a mesma taxa apurada em Osasco registra queda de 0,3% no mesmo período.

Já as taxas de dívidas atrasadas em Osasco subiram 0,3% e Barueri 0,6%. O indicador de registro de inadimplência é elaborado a partir da quantidade de novos registros de dívidas vencidas e não pagas e o indicador de recuperação de crédito é elaborado a partir das exclusões de registros informadas à Boa Vista pelas empresas credoras.

Segundo levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), a maior parte das dívidas (53%) em aberto no país está ligada a instituições financeiras. Já o comércio responde por uma fatia de 17% do total de dívidas. O setor de comunicação foi responsável por 12% das pendências e as contas de água e luz, por 10%.

Em junho de 2019, conforme dados expostos pelo BC, 10 milhões de tomadores de crédito estavam em atraso com seus compromissos. Mais de 9 milhões de pessoas tinham pelo menos mais de uma modalidade de dívida. Dessas, a situação de superendividamento atingia, então, mais da metade (55%) dos endividados.

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também: