Sidebar Menu

Estudo coloca Osasco entre as três melhores cidades do estado de SP para empreender

Ambiente desburocratizado, mercado vigoroso, boa infraestrutura urbana e acesso mais fácil ao crédito ajudam a atrair empresas para o município
Entre os anos de 2002 e 2018, o crescimento médio em Osasco ficou em 6%, puxado pelo setor de serviços, que responde por 94% do PIB local (Divulgação/Secom)

Osasco está no top 3 do ranking geral do Índice de Cidades Empreendedoras (2020) no estado de São Paulo. Essa é a conclusão do estudo "A Estrada para Crescer", feito pela agência Virtù em parceria com a organização suprapartidária CLP – Centro de Liderança Pública, e apoio do Grupo CCR. 

O levantamento identifica os principais desafios e oportunidades do cenário social, econômico e fiscal de dez municípios paulistas, e revela vocações econômicas e vulnerabilidades sociais, financeiras e fiscais dessas regiões com o intuito de sugerir caminhos para a retomada do crescimento. 

Entre os motivos para a atração de bons negócios na região estão: o ambiente desburocratizado, maior que a média brasileira; mercado vigoroso, movido pelos seus mais de 700 mil habitantes; a boa infraestrutura urbana; e o acesso mais fácil ao crédito.

Com localização estratégica e fácil acesso às marginais Pinheiros e Tietê, ao Rodoanel e às principais rodovias que ligam São Paulo ao restante do país, Osasco se tornou um polo atrativo para marcas reconhecidas pela competência logística como o Mercado Livre – empresa de e-commerce com mais de 200 milhões de usuários, e a DHL, empresa alemã que é a maior do planeta nesse setor. 

Na região também estão sedes de empresas como Bradesco, B2W, iFood, entre outras. Recentemente, esse dinamismo nos negócios recebeu reforço da Camil Alimentos, que investiu R$ 40 milhões na construção de uma nova fábrica às margens da rodovia Raposo Tavares.

De acordo com especialistas, o potencial de crescimento da área de negócios em Osasco pode ser impulsionado se a administração pública priorizar aspectos sociais essenciais, e continuar a investir no espírito empreendedor.

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/