Sidebar Menu

Em estudo nacional, Barueri lidera no quesito Desenvolvimento Econômico

No ranking geral da 5ª edição de Melhores Cidades para Fazer Negócios no país, Barueri fica em 5º lugar
Foto: Divulgação

Em uma nova edição do ranking das Melhores Cidades para Fazer Negócio, Barueri se destacou nos indicadores de Desenvolvimento Econômico e Financeiro, o que impulsionou sua posição no ranking geral. O estudo é produzido pela empresa de inteligência de mercado e consultoria de negócios Urban Systems.

Das cidades da região Oeste, Barueri é a melhor colocada (em 5º), mantendo sua posição da pesquisa anterior. Em 1º está Vitória, seguida por São Caetano do Sul, São Paulo e Porto Alegre.

Osasco, que esteve em 13º na pesquisa de 2017, aparece agora em 22º, e Santana de Parnaíba caiu mais uma vez, de 27º para 28º lugar.

Neste ranking 2018, Barueri assumiu a 1ª colocação em Desenvolvimento Econômico, após alteração no modelo no qual transparece o recorte econômico e financeiro do estudo principal, acrescido de informações de comércio exterior (importação e exportação), diversidade econômica e também empreendedorismo.

Esse ranking leva em conta o conjunto de indicadores como crescimento do valor adicionado do PIB industrial, agrícola e de serviços, PIB per capta, saldo de empregos, crescimento de empresas, crescimento de MEI e Índice Firjan de Gestão Fiscal, entre outros.

Vale ressaltar que em 2017 Barueri figurava em 9º lugar nesse quesito de Desenvolvimento Econômico.

A cidade se destaca ainda em Capital Humano, eixo correlacionado ao econômico, na 15ª posição. De acordo com o estudo, Barueri conta com diversidade econômica, com importância em setores de serviço, educação, logística e industrial. Em relação à produção e negócios, a cidade tem elevado PIB per capta, além de registrar crescimento no PIB municipal (3,78%).

Em momento de desaceleração econômica, aponta o estudo, a cidade registrou crescimento das microempresas individuais MEI (22%) e do número de empregos formais (1%), mesmo com a redução de 1,5% de empresas.

A cidade ainda é polo de emprego, atraindo população de outras cidades, com 1,49 empregos por População Economicamente Ativa.

Ainda assim, precisa melhorar em Infraestrutura (39ª lugar) e Desenvolvimento Social (79ª)

Já Santana de Parnaíba se destacou em Capital Humano: nesse quesito ela ficou em 3º lugar, atrás de Vitória e Florianópolis. Parnaíba subiu 10 posições, com foco em crescimento de 4,8% nos empregos formais ocupado por trabalhadores com ensino superior; 27 matrículas no ensino tecnólogo por mil habitantes em idade economicamente ativa (demais cidades no top 3 possuem menos de 10 matrículas). O estudo da Urban Systems aponta que o investimento em educação em Parnaíba foi na ordem de R$ 1.730 por habitante.

Em contrapartida, Parnaíba se distancia de Barueri em Desenvolvimento Econômico: enquanto a vizinha Barueri lidera nesse quesito, a cidade caiu de 31ª (2017) para 97ª colocação em 2018.

Osasco, por sua vez, caiu em Capital Humano (de 47ª para 76ª) e em Infraestrutura (de 16ª para 45ª).

Entenda o ranking

O Ranking das Melhores Cidades para Fazer Negócios é um estudo produzido anualmente pela Urban Systems para a revista Exame, é focado em regiões do país com maior oportunidade de crescimento, avaliar as cidades mais atrativas para o desenvolvimento de negócios, considerando condições e infraestrutura disponíveis.

A pesquisa leva em conta quatro temas das cidades: Desenvolvimento Econômico, Capital Humano, Desenvolvimento Social e Infraestrutura.

O objetivo desse ranking é servir como parâmetro para a qualificação de um determinado mercado, sintetizando variedade de informações populacionais, comerciais, urbanísticas, econômicas e infraestruturais.

Foram considerados no Ranking Geral os municípios com mais de 100.000 habitantes em 2017, o que totalizou 310 municípios, do total de 5.570 municípios do país, 5,56% dos municípios e 70,4% do PIB Brasileiro (2014).

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection