Dez cidades da região oeste de SP receberam mais de R$ 34 milhões em repasses da CCR em 2020

Municípios empregam os recursos em melhorias para a população nas áreas da saúde, segurança e educação
As cidades cortadas pelo sistema Castello-Raposo receberam o total de R$ 26.456.000 milhões (Divulgação/CCR ViaOeste)

Por meio do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), as concessionárias CCR ViaOeste e CCR RodoAnel repassaram, em 2020, para 18 municípios da região oeste da Grande São Paulo, R$ 61 milhões. Os valores foram divulgados na última semana e o investimento é revertido diretamente para que as cidades possam empregar os recursos em melhorias para a população, em setores como saúde, segurança e educação.

Dez cidades que compõem o Consórcio Intermunicipal da Região Oeste (Cioeste), receberam, no total, R$ 34.444.000 milhões.

Na região que abrange o Sistema Castello-Raposo, 16 munícipios foram beneficiados e os recursos gerados foram de R$ 48,2 milhões. No total, Araçariguama, Barueri, Cotia, Itapevi, Jandira, Osasco, Santana de Parnaíba e Vargem Grande Paulista receberam R$ 26.456.000 milhões.

No trecho do Rodoanel Oeste, sete municípios recebem repasses, totalizando R$ 12,9 milhões em 2020. Os valores recolhidos para cada localidade são proporcionais a extensão das rodovias que atravessam cada município. As cidades de Barueri, Carapicuíba, Cotia, Osasco e Santana de Parnaíba receberam R$ 7.988.000 milhões.

No total, a CCR ViaOeste já repassou R$ 1 bilhão e a CCR RodoAnel destinou R$ 164 milhões desde o início das concessões.


As cidades de Barueri, Carapicuíba, Cotia, Osasco e Santana de Parnaíba, com trecho do Rodoanel Oeste, receberam R$7.988.000 milhões (Divulgação/RodoAnel Oeste)

"A receita de pedágio é fundamental para garantir a melhoria contínua da infraestrutura rodoviária, incluindo todo os recursos e atendimento prestado aos motoristas 24 h por dia", afirma o presidente das duas concessionárias, José Salim. "Além disso, sabemos que estes recursos para as prefeituras são de grande importância para que os municípios equilibrem as contas públicas neste momento de crise provocada pela pandemia e também possam investir em ações primordiais, como a saúde da população", acrescenta.

A concessionária AutoBan, que administra o sistema de rodovias Anhanguera-Bandeirantes, repassou cerca em R$ 105.112.793,90 às prefeituras de 18 cidades. Entretanto, os valores destinados às cidades de Cajamar e Osasco não foram divulgados.

Confira abaixo o que cada cidade recebeu em 2020.

CCR ViaOeste

Araçariguama – R$ 8 milhões
Barueri – R$ 7 milhões
Cotia – R$ 340 mil
Itapevi – R$ 3,3 milhões
Jandira – R$ 419 mil
Osasco – R$ 4 milhões
Santana de Parnaíba – R$ 3,1 milhões
Vargem Grande Paulista – R$ 247 mil

Rodoanel

Barueri – R$ 2,2 milhões
Carapicuíba – R$ 1,3 milhões
Cotia – R$ 1,1 milhão
Osasco – R$ 3,3 milhões
Santana de Parnaíba – R$ 88 mil 

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 28 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/