Sidebar Menu

Crédito vai voltar a crescer em 2018, diz Banco Central

De acordo com o BC, nos 11 meses deste ano, o crédito caiu 1,4%, ficando em R$ 3,063 trilhões(Crédito: MARCELLO CASAL/AGÊNCIA BRASIL)

O Banco Central (BC) divulgou hoje (22), estimativa de que o crédito deve voltar a crescer em 2018. O fato ocorre após dois anos seguidos de queda.

De acordo com o BC, nos 11 meses deste ano, o crédito caiu 1,4%, ficando em R$ 3,063 trilhões. A recuperação deve ser puxada pelo crédito livre (bancos têm autonomia para aplicar dinheiro captado no mercado) para as famílias. Em 2018, o crédito total para as famílias deve crescer 7%, quanto para as empresas, a expectativa é de retração 2%.

No caso do crédito livre, a previsão é de crescimento de 4%, com expansão de 7% para as famílias e 1% para as pessoas jurídicas (empresas). O crédito direcionado (empréstimos com regras definidas pelo governo, destinados, basicamente, aos setores habitacional, rural e de infraestrutura) deve apresentar expansão de 1%, com crescimento de 7% para as pessoas físicas (famílias) e retração de 6% para as empresas.

Segundo o chefe do Departamento de Estatísticas do BC, Fernando Rocha, o saldo do crédito direcionado está sendo impactado pelas menores concessões de empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) às empresas. "No caso do crédito direcionado para pessoas jurídicas, não temos ainda indicações de recuperação nesse mercado", destacou.

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também: