Sidebar Menu

Construtoras miram nos novos perfis de clientes

O desempenho dos lançamentos dos últimos anos está em leve recuperação

Osasco é uma das cidades da RMSP que mais tem lançamentos imobiliários

O mercado imobiliário costuma reagir melhor no segundo semestre, quando lançamentos são mais frequentes. Nesse ano, quando se analisa os maiores mercados da região – Osasco, Barueri e Cotia – o desempenho dos lançamentos dos últimos anos está em leve recuperação, mas longe do que o setor viu, por exemplo, em 2015 em Osasco (com 4.880 lançamentos residenciais ante 2.579 em 2018 e 1.734 de janeiro a agosto de 2019). 

Para Agostinho Pascalicchio, professor de Economia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, a queda no setor é grande e o que mais preocupa é a expectativa de renda em declínio. "O padrão de moradia em áreas menores é uma tendência na Região Metropolitana de São Paulo. Com a perspectiva de renda menor, essa é uma adequação ao novo perfil", avalia. Segundo ele, Osasco, que lidera os lançamentos, atende a essa nova estrutura de famílias e investidores. As construtoras veem uma oportunidade e lançam produtos voltados a esses perfis.

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também: