Sidebar Menu

Crítica de Cinema: Vingadores: Ultimato

​Um filme que quebrou a tradição do Universo Cinematográfico Marvel

Uma super-produção da Marvel

Épico, emocionante e divertido. Vingadores - Ultimato encerra com maestria 22 filmes da Marvel Studios, 11 anos de produções incríveis em universo enorme e coeso, algo nunca visto antes no cinema.
É importante saber que o filme começa de onde Guerra Infinita parou. É a segunda parte da história contada em 2018 e por isso é importante ir ao cinema com isso em mente.
Aliás, quanto mais produções do Universo Cinematográfico da Marvel você tiver assistido, melhor a experiência será. Pense na saga como a temporada de uma série: assistir ao final, sem ver boa parte dos capítulos anteriores, não faz muito sentido. A graça está no todo.
Apesar de suas três horas de duração, o filme passa rápido, com ritmo fluído e narrativa coesa. É muita coisa acontecendo, então é preciso prestar bastante atenção e, claro, existem alguns erros e atalhos de roteiro, mas nada que tire o brilho da produção incrível, que deve ter sido verdadeiro inferno para roteirizar, filmar, conciliar agendas do elenco e editar. É impressionante ter dado certo. É uma experiência cinematográfica única. Se você ama cinema ou cultura pop, precisa assistir. Não vai se arrepender. Mais detalhes em cineclick.com.br

Veja mais notícias sobre CinemaDivirta-se.

Veja também: