Sidebar Menu

Crítica de cinema: De Pernas pro Ar

​Crítica da semana 

Atriz. Ingrid Guimarães participa do roteiro e o acerto é indiscutível

Como trazer frescor a uma história conhecida e de tema tão específico? É nesse desafio que a diretora Julia Rezende e os roteiristas Marcelo Saback, Rene Belmonte e Ingrid Guimarães se apegaram para trazer aos cinemas De Pernas Pro Ar 3.

Alice Segretto (Ingrid), famosa empresária do ramo de brinquedos eróticos, está disposta a se aposentar do comando da Sexy Delícia para ficar mais com a família. Mas a chegada de Leona (Samya Pascotto), nova concorrente, faz com que ela repense suas atitudes e faça de tudo para não perder liderança no mercado.

Essa é a primeira vez que Ingrid participa do roteiro na franquia que estrela desde 2010 e o acerto é indiscutível. A atriz chegou a revelar que a ideia de trazer a personagem ainda mais voltada à família vem de suas experiências pessoais e profissionais, deixando o roteiro fluido e natural. A união com Marcelo e Rene rendeu muita criatividade e frescor, além de mesclar bem cenas hilárias de comédia e drama.

A entrada de uma mulher na direção do longa também é um dos pontos que renovam a franquia antes dirigida por Roberto Santucci. Julia insere na trama um olhar ainda mais atual sobre o universo feminino e traz uma Alice mais madura e consciente de suas escolhas em relação à carreira e à vida pessoal ao lado dos filhos Paulinho (Eduardo Melo) e Clarinha (Duda Batista) e do marido João (Bruno Garcia).

Este é o filme mais maduro da franquia que já somou milhões de reais nas bilheterias. Com piadas acertivas e cenas emocionantes, a trama se consolida como uma das melhores comédias do cinema nacional atual.

Confira mais em www.cineclick.com.br.

Veja mais notícias sobre CinemaDivirta-se.

Veja também: