Sidebar Menu

Após seis meses fechado, Masp reabre na terça-feira (13)

Como a bilheteria seguirá fechada, a compra de ingressos deve ser feita diretamente pelo site do museu
Masp esteve fechado por seis meses devido à pandemia do coronavírus (Foto: Reprodução/Facebook Masp)

O Museu de Arte de São Paulo – Assis Cheteaubriand (Masp) anunciou em suas redes sociais que irá reabrir para visitação do público a partir de terça-feira (13). O espaço estava fechado há mais de seis meses devido à pandemia do coronavírus.

De acordo com o museu, a reabertura contará com cinco exposições que vão desde fotografias de apresentações da coreógrafa norte-americana Trisha Brown (1936-2017) até obras do artista plástico carioca Hélio Oiticica (1937-1980). O espaço salienta que a bilheteria seguirá fechada e a compra de ingressos deve ser feita antecipada pelo site do museu.

A mostra "Acervo em transformação" é um dos destaques da reabertura (Foto: Reprodução/Facebook - Masp)

O Masp funcionará de terça a sexta-feira, das 13h às 19h. No fim de semana é das 10h às 16h. Às terças-feiras a entrada é gratuita. Entre os protocolos para a reabertura está a redução da capacidade máxima de visitantes nas galerias, elevadores e banheiros, o uso obrigatório de mascara e o distanciamento social.

Confira abaixo as novas exposições que estarão em cartaz.

- "Hélio Oiticica: a dança na minha experiência", até 22 de novembro.
- "Trisha Brown: coreografar a vida", até 15 de novembro.
- "Senga Nengudi: topologias", até 15 de novembro.
- "Sala de vídeo: Babette Mangolte", até 8 de novembro .
- "Acervo em transformação", mostra de longa duração. 

Veja mais notícias sobre Divirta-se.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection