Sidebar Menu

Abigail e a Cidade Proibida

Resultado é um filme de aventura surpreendentemente espetacular

Neste filme russo de ficção científica, uma cidade teve suas fronteiras fechadas após uma epidemia tomar conta de grande parte do local.

Lá, vive a jovem Abigail (Tinatin Dalakishvili), que ainda criança teve seu pai levado da cidade por ter sido afetado por essa doença misteriosa. Mais velha, Abigail decide quebrar as regras e passar por cima das autoridades para ir à procura de seu pai. E nessa jornada, ela descobre que ela e a cidade têm poderes mágicos.

Tendo descoberto essas habilidades incomuns, ela foge de casa e embarca em uma jornada que mudará para sempre sua atitude em relação ao mundo, à magia e a si mesma. E descobre que sua vida corre perigo.

A personagem principal se desenvolve ao longo da história, descobre novas qualidades em si mesma, começa a perceber as lições de seu pai de uma maneira diferente e começa a olhar o mundo de uma nova maneira.

Mas um bom enredo é um enredo imprevisível. E esta história não atrai tanto quanto poderia. Abigail, frequentemente, junto com o espectador, aprende sobre o mundo ao seu redor, e os sonhos ajudam a heroína. Tudo parece muito lógico, e a mágica aparece apenas quando necessário.

Embora o longa seja classificado para maiores de 12 anos,os autores não tiveram receio de gravar algumas cenas moderadamente cruéis e mostrar sangue algumas vezes.

O resultado é um filme de aventura surpreendentemente espetacular, com uma história interessante, mas em alguns momentos previsível que se desenrola em um mundo anti-utópico, estilizado como um steampunk, com personagens coloridos e mágicos.

Veja mais notícias sobre Divirta-se.