Sidebar Menu

Santana de Parnaíba tem 1ª morte por suspeita de coronavírus

​O prefeito ainda frisou que a GCM também vai fiscalizar os comércios que devem fechar a partir de amanhã. "Temos 18 mil idosos na cidade.
Foto: divulgação

O prefeito de Santana de Parnaíba, Elvis Cezar (PSDB), confirmou no começo da noite, deste domingo, 22, a morte de uma paciente de 80 anos, que estava internada na UPA da Fazendinha, que pode ter sido provocada pelo coronavírus. Segundo o prefeito, a cidade ainda aguarda o laudo do instituto Adolpho Lutz para ter a confirmação da suspeita. "Apesar de ainda não termos o laudo e também dos exames do pulmão não apontarem o coronavírus, o profissional que atendeu entendeu que o quadro é de coronavírus. Então, precisamos ressaltar a importância do confinamento social", enfatiza.

Elvis lembrou que nesta segunda-feira, 23, tem inicio a campanha de vacinação. Ele pediu que as pessoas, que possuem condições, evitem levar acompanhantes nas unidades de saúde, para assim, evitar aglomeração de pessoas. "Só as pessoas que realmente precisam devem ir para as unidades com acompanhante", explica acrescentando que os idosos que não podem se locomover poderão ser atendidos em casa. "Essas famílias devem procurar o gabinete do prefeito e vamos abrir um expediente especial para atender quem não consegue se locomover e não tem como se dirigir até a unidade", completa.

Também nesta segunda-feira, 23, o chefe do executivo fará a compra de 5 mil testes rápidos que serão destinados aos profissionais de saúde. "Queremos que todos os profissionais se sintam seguros para poder atender a nossa população", disse acrescentando que a partir de amanhã as aulas da rede municipal de ensino estarão suspensas. "Os agentes da GCM vão fiscalizar os comércios e as crianças que estiverem nas ruas serão levadas para dentro de casa. Então, senhores pais não deixem seus filhos nas ruas, fiquem em casa. A situação é gravíssima", enfatiza.

O prefeito ainda frisou que a GCM também vai fiscalizar os comércios que devem fechar a partir de amanhã. "Temos 18 mil idosos na cidade. Segundo a organização mundial a saúde 5% da população terá problemas sérios com o coronavírus. Então, se 5% da nossa população idosa tiver problemas sério de saúde, nós precisaremos de 900 leitos para atender as pessoas. Estamos trabalhando para criar um centro de retaguarda com 70 leitos. Então, é importante evitar que os idosos fiquem doentes. É importante ficar em isolamento. É por isso que peço para ficarem em isolamento", finaliza.

Veja mais notícias sobre CoronavírusMetrópole.

Veja também:

 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.girosa.com.br/

No Internet Connection