Sidebar Menu

Presos começam a confeccionar máscaras em São Paulo

​A capacidade total de produção será de 26 mil peças por dia.
Foto: Agência Brasil
A Secretaria de Administração Penitenciária do Estado (SAP) informou nesta terça-feira (25), que aproximadamente 200 presos das Penitenciárias Femininas I e II de Tremembé, Tupi Paulista e Andradina começaram a produzir de 320 mil máscaras descartáveis de proteção.

Segundo a SAP, a previsão é que sejam produzidas 26 mil peças por dia nas fábricas adaptadas especialmente para a manufatura das máscaras. Cerca de 200 reeducandos de várias regiões do Estado, de penitenciárias masculinas e femininas, vão confeccionar as máscaras de proteção descartáveis para uso em procedimento simples (não-cirúrgicos).

Em Tremembé serão produzidas 18 mil unidades. Em Tupi Paulista, a produção será de 5,4 mil peças por dia, com 36 máquinas. Já em Andradina, 2,6 mil peças por dia, com 19 máquinas operando.

Veja mais notícias sobre Coronavírus.

Veja também:

 
No Internet Connection